Vídeos

9ª CAMINHADA PELA PAZ BRISTOL E SAVÉRIO – 2018

As rosas e a revolução

No vídeo falo do livro As Rosas e a Revolução, terceiro livro da escritora Karina Dias – ou da minha amiga Eliana Natividade, um romance envolvente que narra a história de Vilma a partir dos movimentos estudantis de 1968. É uma lindo romance lésbico de 352 páginas. Aos 17 anos, Vilma, a filha perfeita e despolitizada do coronel Solano aceita um convite que mudará a sua vida. Decide acompanhar a amiga Maristella em um passeio no restaurante estudantil Calabouço, no Rio de Janeiro. Queria ver de perto como eram os cabeludos comunistas que o pai tantas vezes praguejava. Viu muito mais. Testemunhou a invasão policial do restaurante e foi resgatada do terror por Alda, militante da UNE, por quem se apaixonou perdidamente.

 

 

Ecos da Escravidão

Fosse nos engenhos de açúcar, nas lavouras de café ou na mineração, o serviço pesado estava nas mãos dos cativos. E em homenagem aos 127 anos da Lei Áurea, o Caminhos da Reportagem traça o longo e difícil caminho do cativeiro à abolição, a luta pela liberdade, as formas de alforria, os principais abolicionistas. Ainda analisa uma polêmica: é possível ou não reparar os males deixados à população negra por anos e anos de trabalho escravo?

Como é Grande o Meu Amor Por Você

 

Como é Grande o Meu Amor Por Você

Roberto Carlos

Eu tenho tanto pra lhe falar
Mas com palavras não sei dizer
Como é grande o meu amor por você

E não há nada pra comparar
Para poder lhe explicar
Como é grande o meu amor por você

Nem mesmo o céu nem as estrelas
Nem mesmo o mar e o infinito
Nada é maior que o meu amor
Nem mais bonito

Me desespero a procurar
Alguma forma de lhe falar
Como é grande o meu amor por você

Nunca se esqueça, nem um segundo
Que eu tenho o amor maior do mundo
Como é grande o meu amor por você

Nunca se esqueça, nem um segundo
Que eu tenho o amor maior do mundo
Como é grande o meu amor por você

Mas como é grande o meu amor por você

Assista ao vivo a assembleia dos professores paulistas

 

 

 

 

Segundo a PM, cerca de 500 professores se reúnem no vão do Masp em uma manifestação.  Sabem fazer contas???

E o metrô? Vai liberar as catracas ou só no dia 12/04?

Tem mídia colocando a informação como problema de trânsito!