Day: 30 de agosto de 2016

Diálogos Resíduo Zero

image001(1)

No dia 1º de setembro (quinta-feira) teremos nosso 4º Encontro do Ciclo de Diálogos Resíduo Zero, realizado em parceria com a UMAPAZ/SVMA.

 

Neste dia discutiremos em uma roda de diálogos com especialistas o tema Resíduos Sólidos e Legislação: Coleta Seletiva / A3P / Catadores / Compostagem – “instrumentalização existente ou a ser proposta”. Os vídeos Resíduo Zero, que já estão no site da ARZB para livre divulgação, também serão exibidos.

O evento será realizado 1º/9 das 09h às 12h na Sede da UMAPAZ – Av. Quarto Centenário, 1268. Acesso pelo portão 7A.

 

Esperamos contar com a presença de todos neste evento.

Para participar do evento inscreva-se aqui: http://goo.gl/7eytpH  

 

Pedimos que levem suas canecas em consonância com o conceito Resíduo Zero.

Lembramos que a UMAPAZ não oferece copos descartáveis.

Dicas para quem almoça fora de casa

135 pastel

Para QUEM almoça fora de casa!

 

Optar por um cardápio saudável não elimina o prazer de almoçar em restaurante.

 

Se você faz as suas refeições, na maioria das vezes, fora de casa, sua saúde pode ser prejudicada.

 

Nos restaurantes, os pratos dão água na boca, são bem decorados, delicio­sos, porém podem ser ricos em calorias, gorduras saturadas e pobres em fibras.

 

Desta forma, o segredo para fugir destas tentações é escolher muito bem seu cardápio do dia-a-dia.

 

Dicas e Sugestões para o seu dia-a-diA!

 

Saladas: Inicie suas refeições pelas saladas, pois elas são melhor aproveitadas pelo organismo, são menos calóricas e pro­porcionam sensação de saciedade, evitando o consumo de alimentos muito calóricos;

 

Fibras: Consuma freqüentemente fibras. Elas evitam a prisão de ventre, melhoram o funcionamento do intestino e ainda podem auxiliar na diminuição das taxas do mau colesterol;

 

Gordura: Evite o consumo excessivo de frituras e durante as prepa­rações alimentares, prefira os óleos ricos em gordura poliinsaturada (ex. óleo de canola, girassol, milho). Usar azeite de oliva nas saladas é recomendável, pois é rico em gordura monoinsaturada, que ajuda na prevenção de doenças do coração. Atente para o fato de que as frituras e alimentos gordurosos contribuem para o aumento do colesterol e excesso de peso;

 

Água: Todas as atividades corporais ocorrem na presença de água, que ajuda no funcionamento renal e intestinal, na hidratação, desintoxicação e purificação da pele e do organismo, além de oferecer condições adequadas para o bom aproveita­mento dos nutrientes. Tome diariamente de 8 a 10 copos de água (cerca de 2 litros). Porém, durante a refeição, é recomendável evitar beber líquidos, para não prejudicar a digestão;

 

Fruta Cítrica: Consuma ao menos uma fruta cítrica por dia (ex. laranja, caju, goiaba, acerola). Elas são fontes de vitamina C, que além de ajudar o organismo a se tornar mais resistente a infecções, aumenta a absorção do ferro presente nas car­nes, ajudando na prevenção da anemia por carência de ferro;

 

Substituição de Refeições por Sucos ou Frutas: Não substitua as refeições por sucos e frutas. Além de não sustentar, o suco também é calórico, abre o apetite, e não alimenta, pois não é suficiente para suprir as necessidades do organismo;

 

Coma da Hora Certa: As refeições devem ser consumidas diariamente, de preferência no mesmo horário, para que o organismo funcione melhor;

 

Não Fique o Dia Todo Sem se Alimentar: O ideal é fazer várias refeições ao dia, sendo pelo menos 3 refeições maiores (café da manhã, almoço e jantar), intercaladas com uma refeição leve entre elas (preferencilamente fruta);

 

Não “Belisque” entre as Refeições: Para não comprometer as refeições principais ou leves, e evitar os petiscos calóricos que, em geral são os preferidos nesta hora;

 

Varie seu prato diariamente e monte-o com alimentos de cores diferentes: Nunca coma um só tipo de alimento. Quanto mais colorido o prato, maior a diversidade de vitaminas e minerais disponíveis;

 

Coma um Pouco de Tudo e de Tudo um Pouco: Massas e pães são fontes de energia importantes, mas não abuse na quantidade. Prefira pães integrais, pois são nutritivos, ricos em fibras e vitaminas do complexo B;

 

Coma o Suficiente: Alimentar-se exageradamente dificulta a digestão, causa mal-estar e propicia o aumento de peso;

 

Tenha uma Alimentação Equilibrada: Programe uma alimentação com alimentos dos três grupos, construtor, energético e regulador, para garantir o consumo de proteínas, carboidratos, gorduras,  minerais, vitaminas, fibras e água;

 

Coma Devagar: Não tenha pressa em se alimentar, coma devagar e mastigue bem os alimentos, assim você melhora a sua digestão, além de ser uma atitude fundamental para uma alimentação saudável;

 

Evite Preocupação Enquanto Come: Perturbações emocionais durante as refeições interferem no apetite e digestão;

 

Facilite a Digestão: Uma caminhada tranquila ajuda a digestão;

 

Escolha Saladas: Cruas e cozidas, temperadas com sal, vinagre e quantidade moderada de azeite de oliva;

 

Escolha como Sobremesa: Frutas ao invés de doces calóricos;

 

Prefira: Alimentos grelhados, cozidos no vapor ou refogados, em vez de frituras;

 

Evite: Molhos cremosos e muito condimentados, peles de aves e gorduras visíveis das carnes.