Autor: Gilberto da Silva

Eu, Gilberto da Silva sou graduado em jornalismo pela FIAM e em sociologia pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Nasci em Assis (SP) de depois de uma rápida passagem por Paraguaçu Paulista fui para Cambará (PR) onde fiquei até o 1972. Após curta temporada em Sorocaba acabei em São Paulo em 1973. Sou mestre em Comunicação pela Faculdade Cásper Líbero e é lá que ainda frequento como pesquisador do grupo de pesquisa Comunicação e Sociedade do Espetáculo na linha de pesquisa A Teoria Crítica e a Comunicação na Sociedade do Espetáculo. Criei no ano 2000 o site Revista Partes (www.partes.com.br) que toco até hoje. Escrevo, às vezes com raiva, às vezes com medo tudo que posso: notícias, histórias inventadas, poesias, resenhas, artigos em geral e assim vou tocando em frente...

Curso Princípios para Ação Social e Política – Módulo IV – Masculino e Feminino

O objetivo do PASP, com um total de sete módulos ao longo de 2017, é tratar de temas atuais do ponto de vistada filosofia, sociologia, antropologia, direito, teologia e ensino social cristão permitindo uma reflexão sobre a pessoa e suas manifestações nas várias dimensões da vida humana. Cada módulo tem duração de 8 horas, divididos em quatro aulas de 2 horas, sempre às quartas-feiras, no período noturno, na sede da Oficina Municipal, em Pinheiros.Este curso faz parte do calendário anual de atividades subsidiadas pela Fundação Konrad Adenauer com quem a Oficina Municipal, desde 2002, realiza a missão de colaborar com o fortalecimento da democracia e da cidadania.

 

Datas: 13.06, 20.06, 27.06, 04.07.2017
Área: Cidadania e Política
Carga horária: 08 horas
Público-alvo: Aberto ao público em geral, podendo ser especialmente útil a lideranças políticas, professores, estudantes universitários, militantes em ONGs e associações de bairro, representantes de movimentos eclesiais, servidores e gestores públicos.

 

gratuito

inscrição até 13.06.2017

33 vagas
A oficina ocorrerá com o preenchimento de no mínimo 10 vagas.

local

Oficina Municipal

Rua Padre Garcia Velho, 73 cj 61
05421-030 São Paulo SP

programa completo

Edith Stein e a Fenomenologia

13.06.2017, 19:30-21:30

Professor: Maria Cecília Isatto Parise

A alma masculina e a alma feminina na obra de Edith Stein

20.06.2017, 19:30-21:30

Professor: Maria Cecília Isatto Parise

A vivência do Masculino e Feminino na Vida de Casal

27.06.2017, 19:30-21:30

Professor: José Mario Brasiliense Carneiro

Participação Feminina na Política: avanços e desafios

04.07.2017, 19:30-21:30

Professor: Nancy Ferruzzi Thame

Descrição

TARDE CIENTÍFICA | Areias do Mundo

 

Parque CienTec fica na Avenida Miguel Stéfano, 4.200,  Água Funda-SP.

CEP 04301-904.

O estacionamento situa-se em frente ao Zoológico.

O acesso pode ser feito pela entrada ao lado do estacionamento ou pela portaria principal.

Para quem vai de transporte público:
A 15 minutos da estação São Judas do Metrô, ônibus 4742-10, Jardim Clímax

ou, da estação Santos-Imigrantes, ônibus Jardim Zoológico.

Filmes de Junho no MIS

 

Mensalmente, o Museu da Imagem e do Som abre espaço para novos talentos do cinema com o programa Cine MIS. A edição de junho do projeto apresenta, no dia 1º, quinta-feira, apresenta três documentários: Obra autorizada (dir. Iago Cordeiro Ribeiro), Intervenções urbanas (dir. Lorena Figueiredo) e Avenida Presidente Kennedy (dir. Adalberto Oliveira).  A sessão acontece às 20h, com entrada gratuita, no Auditório MIS (172 lugares). Os ingressos são distribuídos com uma hora de antecedência na recepção do museu. Confira abaixo as sinopses dos filmes.

 

Obra autorizada (dir. Iago Cordeiro Ribeiro, Brasil, 2016, 16’, Documentário, Cor)

Cachoeira, Cidade Monumento Nacional. Os destroços de uma casa em ruínas interrompem o cotidiano de um beco, a velha casa agora ganha olhares atentos, perguntas e teorias; os tijolos no chão evocam políticos corruptos, a crise política, alienígenas, Estado Islâmico e que houver na cabeça que quem passa.

 

Intervenções urbanas (dir. Lorena Figueiredo, Brasil, 2015, 26’, Documentário, Cor)

Intervenções urbanas busca apresentar um novo olhar sobre o Distrito Federal por meio das intervenções urbanas presentes no concreto da rua. Os inimagináveis assuntos, muitas vezes, esquecidos diante da rotina. São contrastados e interrogados, constituindo um personagem vivo no meio urbano.

 

Avenida Presidente Kennedy (dir. Adalberto Oliveira, Brasil, 2014, 17’, Documentário, Cor)

A Avenida Presidente Kennedy é uma das principais vias de acesso ao subúrbio de Olinda, localizada na Região Metropolitana do Recife. Ela atende diariamente a milhões de pessoas que por ali transitam, e trata-se de uma região culturalmente diversificada, onde se encontra um grande número de moradores que dividem espaço com lojas de departamento e feiras que remetem ao passado. A proposta do documentário é apresentar o cotidiano dessas pessoas que fazem uso da via diariamente, com uma estética que explora o som do ambiente, fazendo uma sobreposição como se o espectador pudesse contemplar a poesia visual daquela avenida, bem como todo o contexto que envolve os problemas dos subúrbios das cidades.

cinema
01jun2017
quinta,
às 20h

auditório MIS

ingresso: gratuito

MANHÃ CIENTÍFICA: Borboletando

Borboletando: Palestra e Observação em campo!

Conversa com o público infanto-juvenil sobre observação de borboletas nas áreas verdes da cidade de São Paulo. Quem e quantas são, o que fazem e onde estão esses seres tão coloridos que nos encantam?

Especialista: Dr. Gustavo de Mattos Accacio

Data: 03/06/2017

Horário: 10h

O Parque CienTec fica na Avenida Miguel Stéfano, 4.200,  Água Funda-SP.

CEP 04301-904.

O estacionamento situa-se em frente ao Zoológico.

O acesso pode ser feito pela entrada ao lado do estacionamento ou pela portaria principal.

Para quem vai de transporte público:
A 15 minutos da estação São Judas do Metrô, ônibus 4742-10, Jardim Clímax

ou, da estação Santos-Imigrantes, ônibus Jardim Zoológico.

Programa Conversações com o Secretário Gilberto Natalini

Neste episódio do Programa Conversações o tema é a cidade de São Paulo e os inúmeros desafios dessa complexa megalópole, no que diz respeito à sustentabilidade e à preservação do meio ambiente. O entrevista é o atual secretário do Verde e do Meio Ambiente Gilberto Natalini.

 

 

Avanços e desafios da Política Nacional de Resíduos Sólidos – Congresso Ecogerma 2017

 
O congresso Ecogerma, um dos eventos mais destacados do Brasil na área de Meio Ambiente, Sustentabilidade, Energia e Infraestrutura, enfatizará na edição de 2017 os avanços e desafios da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Organizado pela Câmara de Comércio e Industria Brasil-Alemanha (AHK São Paulo), por meio do seu Departamento de Meio Ambiente, Energias Renováveis e Eficiência Energética, a nona edição do evento, que será realizado no dia 18 de outubro, conta com o apoio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) e patrocínio da Lanxess.

Desde sua primeira edição (2009), o evento, que propõe incentivar o diálogo e promover tecnologias ambientais, segue como uma plataforma de excelência para que empresas do setor, bem como órgãos do governo se aproximem, troquem experiências e fechem parcerias. Este ano, o evento abordará os avanços e desafios da Política Nacional de Resíduos Sólidos (dentre eles a logística reversa e economia circular), bem como casos de sucesso no Brasil.

Abaixo programação do Congresso:

09:00 Abertura
Nelson Pereira dos Reis, vice-presidente e diretor titular do departamento do meio ambiente (DMA) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP)
Julian Thomas, coordenador da Comissão de Sustentabilidade da Câmara de Comércio e Industria Brasil Alemanha, e Diretor Superintendente Hamburg Süd & Aliança Navegação e Logística
Consulado Geral da República Federal da Alemanha em São Paulo

09:30 Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) – avanços e desafios
Carlos Roberto Vieira da Silva Filho, diretor-executivo da ABRELPE (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais)

10:00 Gestão de resíduos sólidos na Alemanha – lições a serem compartilhadas com o Brasil
Dra. Christiane Pereira, coordenadora no Brasil do Departamento de Resíduos e Recursos Naturais da TU Braunschweig e do Centro de Pesquisa, Educação e Aplicação em Resíduos Urbanos (CREED)

10:30 Logística Reversa – da teoria à realidade dos acordos setoriais
Paulo Roberto Leite, presidente do Conselho de Logística Reversa do Brasil (CLRB)

11:00 Oportunidades e Desafios da economia circular no Brasil
Aldo Roberto Ometto, Professor da Universidade de São Paulo (USP) e Coordenador do Programa Pioneer University em Economia Circular da USP junto à Ellen MacArthur Foundation

11:30 Case Lanxess
Eliane Siviero, CEO da Lanxess Brasil

12:00 Debate

12:30 Pausa para almoço

14:00 Apresentação de cases de sucesso: 
Embraco
ES-fashion (tbc)*
Associação Brasileira de Embalagem de Aço (tbc)*

15:20 Debate

16:00 Cerimônia de Entrega Prêmio von Martius de Sustentabilidade

Tema: Avanços e desafios da Política Nacional de Resíduos Sólidos
Idioma: Português

Data: Quarta-feira, 18 de outubro de 2017
Horário: das 8h30 às 17h30
Local: Auditório da FIESP (Av. Paulista, 1313, São Paulo-SP)

Valor: Gratuito

Inscrições: 
Clique aqui e faça sua inscrição.

Observações:
Despesas com estacionamento correm por conta do participante.

Manual para Gestão de Resíduos Orgânicos nas Escolas

No final de 2015 a Morada da Floresta foi convidada pela CCAC, ISWA e Abrelpe para ser a consultora local de um projeto para desenvolver uma plataforma online para facilitar a comunicação entre as escolas para a troca de experiências relacionadas à compostagem e horta nas escolas, e entregar para as escolas um Manual para Gestão dos Resíduos Orgânicos nas Escolas.

Executamos o projeto Escolas Mais Orgânicas no primeiro semestre de 2016. Trabalhamos com 18 escolas da rede municipal de ensino de São Paulo. Durante 6 meses, realizamos encontros presencias mensais com professores e membros da coordenação das escolas e estimulamos a troca de experiências, informações e conhecimentos sobre compostagem e horta entre as escolas pela plataforma web.

Durante o projeto, aplicamos alguns questionários com nas escolas para gerar informações para a elaboração do Manual para Gestão dos Resíduos Orgânicos nas Escolas, desenvolvido por Marco Ricci (consultor técnico da ISWA). O projeto foi coordenado por Jiao Tang (ISWA) e supervisionado no Brasil por Gabriela Otero (Abrelpe).

Muito didático e completo, o Manual para Gestão de Resíduos Orgânicos nas Escolas foi cuidadosamente elaborado para facilitar a implementação e estimular a prática da compostagem no ambiente escolar.

Esse manual em forma de e-book é uma das entregas do projeto Escolas Mais Orgânicas realizado pela CCAC e ISWA. A Abrelpe foi a supervisora e a Morada da Floresta consultora e executora do projeto.

Mesmo que você não trabalhe em escola, vale compartilhar esse material com a escola dos seus filhos ou com amigos que trabalham em em instituições de ensino. Seguramente eles agradecerão a lembrança.

https://moradadafloresta.eco.br/category/projetos/escolas-mais-organicas/

Prêmio ANA 2017 recebe inscrições de boas práticas relacionadas a água

 

Inscrições vão até 31 de maio e podem ser realizadas pelo hotsite da premiação para as nove categorias em disputa. Vencedores vão ganhar viagem ao Fórum Mundial da Água de 2018, em Brasília, e o Troféu Prêmio ANA

 

O Prêmio ANA é uma ação da Agência Nacional de Águas que reconhece trabalhos os quais contribuem para a gestão e o uso sustentável dos recursos hídricos do País em nove categorias: Empresas de Micro e Pequeno Porte; Empresas de Médio e Grande Porte; Ensino; Governo; Imprensa – Impressos e Sites; Imprensa – Rádio; Imprensa – TV; Organizações Civis; e Pesquisa e Inovação Tecnológica. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas através do hotsite do Prêmio ANA (premio.ana.gov.br) até 31 de maio.

 

O concurso, que está na 6ª edição, também busca identificar ações que estimulem o combate à poluição e ao desperdício, além de apontar caminhos para assegurar água de boa qualidade e em quantidade suficiente para o desenvolvimento das atuais e futuras gerações. Como novidades, o Prêmio ANA 2017 terá duas categorias voltadas para empresas, sendo uma delas para micro e pequenas empresas e a outra para médias e grandes. Para a imprensa, que reunia todos os tipos de mídia numa só categoria, a disputa será entre impressos e sites, rádios e TV separadamente.

 

O Prêmio ANA 2017 terá uma Comissão Julgadora composta por membros externos à ANA e com notório saber na área de recursos hídricos, meio ambiente ou Jornalismo. Um representante da Agência presidirá o grupo, mas sem direito a voto. Os critérios de avaliação dos trabalhos levarão em consideração os seguintes aspectos: efetividade, impactos social e ambiental, potencial de difusão, adesão social, originalidade e sustentabilidade financeira (se aplicável). Para as categorias de imprensa, os critérios serão adaptados ao contexto jornalístico e a sustentabilidade financeira não será considerada.

 

A Comissão Julgadora selecionará três iniciativas finalistas e a vencedora de cada uma das nove categorias. Os vencedores serão conhecidos em solenidade de premiação marcada para 6 de dezembro de 2017 em local a ser definido. Os nove vencedores receberão um Troféu Prêmio ANA. Além disso, ganharão uma viagem para poderem apresentar seus trabalhos durante o 8º Fórum Mundial da Água – maior evento do mundo sobre recursos hídricos –, que acontecerá em Brasília de 18 a 23 de março de 2018.

 

Inscrições

 

Nesta edição do Prêmio ANA, as inscrições devem ser realizadas totalmente pelo hotsite e não serão aceitos materiais em meio físico, já que a Agência Nacional de Águas adota uma política de papel zero. Cada participante pode inscrever mais de uma iniciativa. Além disso, poderão ser apresentados trabalhos indicados por terceiros, desde que acompanhados de declaração assinada pelo indicado, concordando com a indicação e com o regulamento da premiação.

 

Cronograma

 

  • Inscrições: até 31 de maio de 2017;
  • Avaliação: 7 de agosto a 8 de setembro (1ª fase) e 16 a 20 de outubro de 2017 (2ª fase);
  • Comunicação aos finalistas:  30 de outubro a 3 de novembro de 2017;
  • Premiação: 6 de dezembro de 2017.

Programa Agentes de Governo Aberto de 2017

O prazo de inscrições do programa foi prorrogado e as propostas de oficinas serão recebidas até o dia 29 de maio.

O Edital de Agentes Formadores de Governo Aberto 2017 irá selecionar 56 agentes que realizarão 10 horas/mês de atividades formativas nas temáticas de governo para diferentes públicos. Para isso, receberão uma bolsa mensal de R$1.000,00.

As quatro categorias temáticas deste edital são:

  • Transparência e Dados Abertos
  • Gestão participativa e Mapeamento colaborativo
  • Inovação, Tecnologia Aberta e Colaborativa
  • Cultura Digital e Comunicação

Cada participante pode enviar 1 (uma) proposta para cada uma das categorias.

Essa é uma iniciativa desenvolvida pela Controladoria Geral do Município e a SP Aberta, da Secretaria Municipal de Relações Internacionais.

Inscreva sua proposta!

Cultura da imagem e sociedade do espetáculo

Cultura da imagem e sociedade do espetáculo

Ana Luiza Coiro Moraes, Cláudio Novaes Pinto Coelho (Orgs.).
São Paulo: Editora Uni, 2016, 241 p.

 

A série de livros “Comunicação na Contemporaneidade”, cuja característica é congregar parte significativa da produção intelectual desenvolvida nos grupos de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Faculdade Cásper Líbero, foi iniciada em 2010 e já reúne seis coletâneas de textos. O livro inaugural, Comunicação: diálogos, processos e teorias, foi organizado por Walter Teixeira Lima Júnior e Cláudio Novaes Coelho. Em 2012, Estudos de comunicação contemporânea: perspectivas e trajetórias teve Cláudio Novaes Coelho, Dimas Künsch e José Eugenio Menezes como organizadores. Em 2013, dois livros foram publicados. Antonio Roberto Chiachiri Filho, Edilson Cazeloto e José Eugenio Menezes organizaram Comunicação, tecnologia e cidadania e Dimas Künsch e Simonetta Persichetti organizaram Comunicação, entretenimento e imagem. Em 2015, Jornalismo e contemporaneidade: um olhar crítico foi organizado por Cláudio Coelho, Dimas Künsch e José Eugenio Menezes.

Em 2016, a série “Comunicação na Contemporaneidade” publica Cultura da imagem e sociedade do espetáculo, cujos textos foram desenvolvidos na ambiência do grupo de pesquisa Comunicação e Sociedade do Espetáculo. Surgido em 2004, como grupo de estudos para debater as ideias de Guy Debord, Comunicação e Sociedade do Espetáculo foi certificado como grupo de pesquisa pelo CNPq em 2006, e desde então vem lançando livros.

O grupo de pesquisa liderado por Cláudio Novaes Pinto Coelho traz para a presente coletânea textos do 3º Seminário Comunicação, Cultura e Sociedade do Espetáculo, promovido em outubro de 2015, com o acréscimo de outros textos, que contribuem com o livro a partir de suas interlocuções com diferentes grupos de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Faculdade Cásper Líbero.
Assim, além de textos de autoria de pesquisadores vinculados ao grupo Comunicação e Sociedade do Espetáculo – Gilberto da Silva, Alexander Maximilian Hilsenbeck Filho, Ethel Shiraishi Pereira, Guilherme Dogo, Marcelo Bechara Frange e Cláudio Novaes Pinto Coelho –; o livro conta ainda com autores cuja produção intelectual se desenvolve no grupo de pesquisa Comunicação, Diálogo e Compreensão (Dimas Künsch e Mateus Yuri Passos), no grupo de pesquisa Comunicação e Cultura Visual (Dulcilia Schroeder Buitoni) e no grupo de pesquisa Comunicação, Cultura e Visualidades (Carlos Costa e Ana Luiza Coiro Moraes).

Baixe o Livro