Autor: Gilberto da Silva

Escrevo, às vezes com raiva, às vezes com medo, tudo que posso: notícias, histórias inventadas, poesias, resenhas, artigos em geral. Assim vou tocando em frente...

Coquetel gelado de café com morango

Receita de Vinicius Delatorre, sócio proprietário da redeMais1 – Café

As temperaturas estão subindo em todo o Brasil, e nada melhor do que uma bebida gelada e saborosa para refrescar. O café gelado está cada vez mais popular e mais elaborado, com diversos preparos e ingredientes que deixam a bebida ainda mais saborosa. E que tal fazer em casa uma das receitas de café especial mais vendidas do país? Confira o preparo desenvolvido por Vinicius Delatorre, sócio proprietário da rede curitibana Mais1 – Café (www.mais1cafe.com.br), maior rede de café “to go” do Brasil, que conta com mais de 100 unidades franqueadas espalhadas pelas cinco regiões brasileiras.  

Ingredientes (rendimento: 1 coquetel)

– 140ml de leite gelado

– 20g de purê/xarope de morango francês (ou outro xarope disponível no mesmo sabor)

– 10g de calda de chocolate

– 20ml de café expresso

– Gelo

Modo de preparo: com um mixer, misture o leite com o purê de morango até homogeneizar. Adicione em um copo 6 pedras de gelo e a calda de chocolate. Despeje o leite batido em cima e finalize com o café.

Dica: receita xarope de morango

Ingredientes (rendimento: 295ml)

– 680 g de morangos frescos

– 1 colher de sopa (15 g) de açúcar

– 1 colher de sopa (15 g) de mel

– 1½ colher de sopa (20 ml) de suco de limão

– Raspas de 1 limão médio.

Modo de preparo: lave as frutas, remova os talos e corte em pequenos pedaços para que sejam misturados mais facilmente. Em um liquidificador, coloque os morangos, açúcar, mel, o suco e as raspas de limão. Misture por 20 a 30 segundos ou até ficar bem suave. Prove o xarope e ajuste, se necessário. Deixe o xarope chegar à temperatura ambiente antes de levar à geladeira. Mantenha na geladeira e use dentro de cinco dias.

Vitória do Peixe!

foto do SantosFC

O Santos venceu o Grêmio Porto Alegrense por 2 a 1, com dois gols de Marinho e aumenta sua invencibilidade para 12 jogos. Não demos moleza para o time do renato gaúcho. Chegou aos 24 pontos e continua, apesar de alguns vacilos, subindo no #Brasileirão!⁣ #CarretaDoPeixão

Rei da pedalada precisa se posicionar

o Santos em desserviço à transparência ainda não se pronunciou, mas o rei das pedaladas querido pelo,santistas como eu precisa se posicionar quanto á condenação na Itália de estupro. Gostamos de você e como jogador, mas tempos são outros!

A Sociedade do Espetáculo: Debord, 50 Anos Depois

Em 2017, a principal obra de Guy Debord, A sociedade do espetáculo (SE), completou 50 anos de sua estreia no mercado editorial. A influência dos escritos debordianos, apresentados nessa primeira edição de 1967, já pôde ser percebida no ano seguinte, durante o Maio de 68. Desde então, as 221 teses, organizadas em nove capítulos, vêm servindo de base para o debate sobre a sociedade capitalista em seu ápice, a sociedade do espetáculo. Mas será que uma reflexão de cinco décadas ainda é válida para pensar a contemporaneidade? Na opinião dos autores envolvidos na obra coletiva A sociedade do espetáculo: Debord, 50 anos depois, ainda há muito para se discutir sobre a SE. Com um texto fugidio e cheio de conexões, Debord impõe uma leitura cuidadosa para que suas referências, não expressas de forma clara, possam ser apreendidas. O presente livro caracteriza-se como um esforço interpretativo e coletivo que, longe de se apresentar como definitivo, propõe-se aprofundado o suficiente para atestar a atualidade de um pensador que sempre figurou, a despeito de sua própria vontade, como vanguardista.

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

No momento temos 5 exemplares