Bar do Giba

SARDINHA NA MORANGA

 

Rendimento: 10 porções

Tempo de Preparo: 25 minutos

Tempo de Cozimento: 3 horas e 30 minutos

 

Ingredientes

3 colheres (sopa) de óleo

2 cebolas picadas

5 colheres (sopa) de farinha de trigo

2 xícaras (chá) de leite

2 latas de Sardinha com Molho de Tomate 125g

2 colheres (sopa) de coentro ou salsinha picada

sal e molho de pimenta a gosto

1 embalagem de requeijão cremoso tipo Catupiry (250g)

Modo de Preparo

Abóbora:

Com a ajuda de uma faca bem afiada corte uma tampa na abóbora . Retire as sementes.

Lave bem a abóbora e tempere seu interior com sal.

Embrulhe a abóbora e a tampa com papel alumínio, de maneira que fique bem fechada. Cozinhe em forno médio (180ºC), preaquecido, por cerca de 3 horas ou até que espetando a polpa da abóbora com um garfo esta esteja macia. Retire do forno.

Para eliminar o líquido que se forma dentro da abóbora, vire-a com a abertura para baixo. Reserve.

Recheio:

Numa panela, aqueça o óleo e doure aí a cebola.

Junte a farinha dissolvida no leite e cozinhe mexendo sempre até encorpar.

Acrescente as Sardinhas Gomes da Costa com seu molho, o coentro ou salsinha, o sal e o molho de pimenta. 

Montagem

Espalhe o requeijão cremoso pela parte interna da abóbora.

Recheie a abóbora com o refogado de sardinha e cubra com a tampa da abóbora.

Leve a abóbora ao forno médio (180ºC) por cerca de 20 minutos ou até que a casca da abóbora comece a dourar.

Sirva a seguir.

 

Dica

Outro método de cozimento da abóbora: Numa panela grande, com água até a metade, coloque a abóbora. Tempere a água com sal. Cozinhe a abóbora em panela tampada até que, enfiando-se um garfo, ele entre sem dificuldade (cerca de 2 horas).

Variação

Retire uma tampa maior e cubra toda a abertura com batata palha.

Dicas alimentares

Foto por Michelle Reeves em Pexels.com

ABACATE:

Conservar: Para conservar o abacate maduro por alguns dias, enrole o abacate em um pano úmido e coloque na geladeira. Fique atenta, se o pano secar umedeça novamente.

Amargo: O abacate não totalmente maduro, não é bom para ser usado em pratos salgados (saladas, etc.) Ele dá um gosto amargo à comida. Portanto use sempre abacates maduros, se for misturá-los com outra comida. 

Saber: Na hora de comprar escolha os abacates maiores, que ainda tenham o caroço preso (sacuda e você sentirá), sem manchas ou amassados e de cor verde claro.

ABACAXI:

Acompanhamento: O Abacaxi combina com vários tipos de pratos salgados (saladas, presunto, etc.), doces (saladas, tortas, mousses, etc.), bebidas alcoólicas e sem álcool. Abacaxi com presunto é uma ótima entrada.

Amadurecer: Para amadurecer um abacaxi mais rapidamente enrole em duas ou três folhas de jornal e deixe em um lugar de sombra.

AMÊNDOA:

Descascar: Se você precisa retirar a pele da amêndoa, a sugestão é colocá-las de molho em água fervente. Retiradas da água e espremidas com os dedos as cascas soltam facilmente. Depois coloque em água fria para clarearem, retire e enxugue com pano.

BANANA:

Escurecimento: Para não correr o risco da salada de frutas ficar com uma aparência “estranha” as bananas usadas devem antes serem mergulhadas em suco de limão ou laranja para que não escureça. 

Calda: Um velho truque é acrescentar um pedaço de casca de banana na calda em que será cozida, ela fica muito mais bonita, rosada.    

Grude:  Para evitar que na hora de fazer o doce de banana pegue no fundo da panela, uma dica é adicionar uma colher pequena de chocolate em pó à mistura. (açúcar e banana).

COCO:

Escurecimento: Se vai decorar um bolo com coco e não quer correr o risco dele escurecer, então polvilhe com o açúcar.

Aproveitamento: Para aproveitar melhor o coco coloque-o para esquentar no forno por alguns minutos antes de abrir, ele vai se soltar da casca mais facilmente. 

LARANJA:

Sabor: A casca da laranja seca ao sol ou no forno pode ser usada para dar um sabor especial a muitas comidas, como por exemplo milk-shakes, chás, suflê, omeletes, etc.

Soltar: Para que aquela difícil membrana branca da laranja solte dos gomos mais facilmente deve-se colocar a fruta de molho em água bem quente (fervendo) por uns 5 minutos.

Espremes: Para facilitar espremer, as laranjas devem ser colocadas no microondas durante 3 a 4 segundos na potência máxima.

LIMÃO

Aproveitamento: Para retirar ao máximo do suco de limão coloque-o num recipiente fechado, com água, na geladeira até a hora de usar.

Economia:  Usar somente algumas gotas de um limão inteiro às vezes acontece, para evitar esse desperdício, aqui está uma ótima dica. Fure o limão com um palito, retire as gotas que precisa e volte a enfiar o palito no buraco para que este fique tampado. Coloque na geladeira.  

LARANJA – quais os tipos e diferenças

Laranja da Baia ou Umbigo
Tem sabor adocicado, polpa muito suculenta e casca amarelo-gema. Dá bastante suco, podendo ser consumida ao natural, em refrescos ou como ingrediente de pratos especiais.

Por ser pouco ácida, seu suco pode ser misturado ao de outras variedades (como laranja-pêra e laranja-barão) com bons resultados. É o tipo de laranja que contém a maior quantidade de vitamina C.

Laranja da terra ou Cavala, Azeda, Bigarada

Tem cor amarelo-forte com tons avermelhados, forma achatada e não é muito grande.

De sabor ácido e polpa suculenta, pode ser consumida em forma de suco, mas a melhor maneira de prepará-la é a compota, tipo de doce em que a casca também pode ser usada

Laranja Lima

É a variedade menos ácida, sendo, por isso, muito recomendada para bebês. Tem casca fina de cor amarelo-clara, sabor suave e doce e polpa muito suculenta.

É ótima para ser comida em gomos, mas não se presta a outros preparos culinários.

Laranja Seleta

Quase do tamanho da laranja-da-baía, é bem suculenta, tem sabor adocicado, pouco ácido, e casca amarelo-clara.

Excelente para ser consumida ao natural ou em sucos, não se presta para preparações culinárias.

laranja Pera
Menor que as outras variedades, tem casca fina e lisa, cor amarelo-avermelhada e polpa suculenta. Tem sabor adocicado, e é especial para o preparo de sucos e geléias.

Laranja Barão

Embora com formato parecido ao da laranja-pêra, é menor e tem cor mais clara. Sua casca é fina e lisa e a polpa muito suculenta, sendo recomendada para o preparo de sucos e pratos especiais

Aspectos Gerais de uma Alimentação Saudável

Foto por Luna Lovegood em Pexels.com

Aspectos Gerais de uma Alimentação Saudável

O processo de nutrição é  iniciada quando escolhemos os alimentos para a nossa refeição, os quais fornecerão energia e nutrientes para o bom funcionamento do organismo. Sendo assim, é necessário adotar uma alimentação  variada e equilibrada.

A alimentação das pessoas e o seu estilo de vida vêm mudando gradativamente com o passar dos anos, e estas mudanças têm sido as grandes responsáveis pelo aumento significativo de doenças associadas à má nutrição. 

Grande parte dessas doenças poderia ser evitada,  adotando-se alimentação e estilo de vida mais saudáveis!

Conceitos básicos de uma alimentação saudável:

  • Monte pratos bem coloridos. Combine as cores branco, vermelho, roxo, amarelo e verde dos alimentos.
  • Alimentos cozidos, grelhados e assados;
  • Consuma frutas, legumes e verduras de preferência crus;
  • Consuma cereais integrais;
  • Dê preferência a alimentos grelhados e cozidos; 
  • Alimente-se sempre com pequenas porções, isto é, ingerindo menor volume e menos calorias de cada vez; 
  • Utilize leite e derivados (iogurte, queijos) desnatados ou light; dê preferência às carnes magras; as leguminosas (feijões, ervilhas…) devem fazer parte do cardápio, pois contêm proteínas, ferro e fibras;
  • E não esqueça: Ao escolher sobremesas diet ou light, coma apenas uma porção, pois, em dobro pode significar o mesmo que comer um doce hipercalórico. 
  • Evite o consumo excessivo de doces, massas e frituras;
  • Faça 3 refeições (café da manhã, almoço e jantar) e 3 “lanches” leves (lanche entre o café da manhã e o almoço, lanche da tarde e ceia – após o jantar). 
  • Alimente-se sempre com pequenas quantidades, isto é, ingerindo menos calorias de cada vez. Assim a digestão fica mais fácil.

Cuidados na Compra de Alimentos

Escolha o supermercado pela higiene dos atendentes, organização e limpeza do ambiente e não apenas por vender alimentos mais baratos ou por ser mais próximo de casa. As medidas de higiene previnem a contaminação por germes que podem afetar a qualidade dos alimentos e provocar danos à saúde.

O que são alimentos perecíveis? 

Os alimentos perecíveis são aqueles que devem ser mantidos em condições especiais de temperatura para a sua conservação, pois pode ocorrer o desenvolvimento de germes se não forem guardados na temperatura recomendada pelo fabricante.

O que são alimentos não perecíveis?

Os alimentos não perecíveis são aqueles que possuem tempo de durabilidade longo e não precisam ser mantidos sob refrigeração, congelamento ou aquecimento. Podem ser armazenados à temperatura ambiente.

O que deve ser observado na escolha dos vegetais? 

Ao escolher os vegetais, observe: cor, aroma, grau de maturação (característico de cada espécie), frescor e integridade. Evite apalpar, apertar, quebrar talos, pois esta prática causa danos aos vegetais, facilitando o apodrecimento.

A cor dos alimentos, aparência e cheiro são fatores que precisam ser observados. Evite produtos amassados, folhas murchas ou secas. 

Ao fazer as suas compras, deixe para o fim os alimentos que necessitam de refrigeração, evitando que se estraguem.

A importância de consumir alimentos de época (safra):

Cada espécie ou variedade de planta tem preferência por um determinado clima e tem sua produção em uma estação climática mais favorável ao seu bom desenvolvimento. Consequentemente a qualidade de seus frutos (ou legumes), folhas e raízes, dos quais nos alimentamos, são muito melhores. A quantidade produzida também é bem maior.

Alimentos de época são:

  • Mais saudáveis;
  • Mais baratos;
  • Mais coloridos;
  • Mais suculentos;
  • Mais naturais;
  • Mais nutritivos;
  • Mais duráveis;

Higiene de Frutas e Verduras:

  • Escolha uma a uma, descartando as estragadas;
  • Lave em jato de água retirando os resíduos com as mãos;
  • Desinfete Mergulhando em solução clorada por 15 a 20 minutos ou em solução com vinagre;
  • Enxágüe novamente.

O que é reeducação alimentar e como agir!

Foto por Denys Gromov em Pexels.com

Conceitos:

Reeducação alimentar significa adotar novos hábitos de alimentação, o que não é tão simples como parece. Cada um de nós traz de casa uma série de práticas alimentares, hábitos e costumes ligados à comida que aprendemos de nossos pais e avós. Além disso somos submetidos à mídia, especialmente da televisão, com propagandas cheias de cores e “sabores”. E nós, como nossos filhos, adotamos o hambúrguer, o cheese-burguer, o cheese-isso, o cheese-aquilo, o fast-food regado a catchup e maionese.

Pois a reeducação alimentar consiste em substituir essas tentações por pratos balanceados, equilibrados com saladas, grãos e um pedaço de carne magra. Nem precisamos fugir do sanduiche, da feijoada ou do torresmo em fins de semana. Força de vontade e consciência é sempre necessária, mas é preciso não transformar os novos hábitos em algo sofrido e desagradável. O importante é acostumar-se no dia-a-dia a uma refeição completa para manter nosso organismo funcionando bem e com a menor quantidade de calorias.

Uma alimentação saudável pode ser resumida em três palavras: Variedade, moderação e equilíbrio.

Grupos de Alimentos: Caminho Para uma Alimentação Mais Saudável

Uma dieta mais balanceada dá ênfase a uma variedade de cereais e outros carboidratos complexos, vegetais, frutas e menor porção de carnes e peixes, laticínios e gorduras. 

O quadro abaixo lista as quantidades diárias recomendadas, em ordem decrescente, para os seis grupos da Pirâmide Alimentar e oferece sugestões para melhorar sua alimentação.

Grupos de alimentos e seus nutrientes:

  • Pães, cereais, massas e arroz

      6 a 11 porções diárias. Esses alimentos fornecem carboidratos complexos (amido) e são importantes fontes de vitaminas do complexo B, magnésio e muitos outros minerais. Pães e cereais enriquecidos também fornecem ferro; alguns produtos são enriquecidos com cálcio.

Tente: Sempre que possível, use produtos integrais. Combinem cereais com feijões e outras leguminosas para formar uma proteína completa com baixo teor de gordura.

Evite: Fritar qualquer dos alimentos deste grupo. Além disso, só use manteiga, margarina e outros tipos de molhos cremosos com moderação.

  • Vegetais   

          3 a 5 porções diárias. Uma combinação desses alimentos fornece fibra e inúmeras vitaminas A e C, folato, potássio e magnésio, bem como importantes sustâncias que impedem o crescimento de tumores.

Tente: Incluir porções de brócolis, couve-de-bruxelas, repolho e outros vegetais crucíferos 3 a 4 vezes por semana. Estes alimentos juntos com os vegetais amarelos ou alaranjados, contêm bioflavonóides protetores.

Evite: Fritar os vegetais em óleo; servi-los com manteiga ou molhos cremosos; cozinhá-los demais, o que destrói alguns nutrientes.  

     2 a 4 porções diárias. Como os vegetais, as frutas oferecem uma grande variedade de nutrientes, inclusive betacaroteno, vitamina C, potássio, fibras, vários bioflavonóides e outras substâncias importantes.

Tente: Comer ampla variedade de frutas, incluindo pelo menos uma fruta cítrica por dia. Incorpore-as às refeições e coma-as no lanche, no lugar de produtos ricos em gordura e açúcar.

Evite: Consumir todas as frutas de uma vez. Alimentos ácidos em excesso podem levar a distúrbios intestinais.

  • Leites e Derivados

      2 a 3 porções diárias. Os laticínios – como leite, queijo, iogurte e outros – são a principal fonte de cálcio. Também fornecem proteínas e riboflavina e outras vitaminas do complexo B.

Tente: Optar por laticínios com pouca gordura, como leite,iogurte e queijo desnatado. Procure marcas enriquecidas com vitaminas A e D.

Evite: Produtos ou receitas que contenham creme de leite, manteiga, leite integral ou queijos gordurosos.

  • Carne vermelha, frango, peixe, feijões e nozes.

           2 a 3 porções diárias. Este grupo fornece a maior parte da proteína da dieta, bem como vitamina do complexo B, ferro, fósforo, magnésio, zinco e outros minerais.

Tente: Optar por frango ou peixe. Limite às carnes vermelhas e gordurosas ou processadas, como salsicha; em vez disso, escolha carnes magras e retire toda a gordura antes de cozinhar.

Evite: Fritar; em vez disso prepare-as grelhadas, assadas ou cozidas.

  • Alimentos ricos em gordura e açúcar

         Use esporadicamente. Este grupo inclui a margarina, manteiga, óleos, açúcar, chocolate e outros alimentos doces ou gordurosos. Apenas uma quantidade muito pequena de gordura é necessária para que o organismo desempenhe suas funções adequadamente.

Tente: Utilizar as gorduras monoinsaturadas, como óleos de canola e azeite de oliva. Acrescente sabor usando temperos, em vez de fritar em óleos ou usar molhos gordurosos. Tire a gordura da carne de sopas, cozidos e caldos.

Evite: Lanches gordurosos como batatas fritas, chocolate, confeitos e sorvetes.

Coquetel gelado de café com morango

Receita de Vinicius Delatorre, sócio proprietário da redeMais1 – Café

As temperaturas estão subindo em todo o Brasil, e nada melhor do que uma bebida gelada e saborosa para refrescar. O café gelado está cada vez mais popular e mais elaborado, com diversos preparos e ingredientes que deixam a bebida ainda mais saborosa. E que tal fazer em casa uma das receitas de café especial mais vendidas do país? Confira o preparo desenvolvido por Vinicius Delatorre, sócio proprietário da rede curitibana Mais1 – Café (www.mais1cafe.com.br), maior rede de café “to go” do Brasil, que conta com mais de 100 unidades franqueadas espalhadas pelas cinco regiões brasileiras.  

Ingredientes (rendimento: 1 coquetel)

– 140ml de leite gelado

– 20g de purê/xarope de morango francês (ou outro xarope disponível no mesmo sabor)

– 10g de calda de chocolate

– 20ml de café expresso

– Gelo

Modo de preparo: com um mixer, misture o leite com o purê de morango até homogeneizar. Adicione em um copo 6 pedras de gelo e a calda de chocolate. Despeje o leite batido em cima e finalize com o café.

Dica: receita xarope de morango

Ingredientes (rendimento: 295ml)

– 680 g de morangos frescos

– 1 colher de sopa (15 g) de açúcar

– 1 colher de sopa (15 g) de mel

– 1½ colher de sopa (20 ml) de suco de limão

– Raspas de 1 limão médio.

Modo de preparo: lave as frutas, remova os talos e corte em pequenos pedaços para que sejam misturados mais facilmente. Em um liquidificador, coloque os morangos, açúcar, mel, o suco e as raspas de limão. Misture por 20 a 30 segundos ou até ficar bem suave. Prove o xarope e ajuste, se necessário. Deixe o xarope chegar à temperatura ambiente antes de levar à geladeira. Mantenha na geladeira e use dentro de cinco dias.

Hambúrguer leve de Palmito

Prato com ingredientes leve é o ideal para retomar a alimentação saudável após dias de festividade

Receita leve ajuda à voltar à alimentação saudável após aproveitas as festas de carnaval

Após aproveitar os dias de festa no carnaval, é chegada a hora de voltar à rotina da alimentação saudável! Uma dica para retomar o fôlego é apostar em receitas práticas, que não demandem muito tempo na cozinha. Pensando nisso, a Sacciali, marca de alimentos gourmet focada na gastronomia italiana, separou uma receita de Hambúrguer de Palmito, ideal para ser saboreado com uma salada leve. Confira!

Hambúrguer de Palmito

Ingredientes:

  • 2 Palmitos picados
  • 1 colher de sopa de pimentão vermelho
  • 1 colher de sopa de cebolinha fresca picada
  •  2 colheres de sopa de cebola picada
  • 1 colher de sopa de Mostarda Gourmet
  • 1 colher de chá de alho picado
  • 1 colher de sopa de farinha de berinjela
  • 1 clara de ovo
  • Fio de Azeite Premium
  • Pimento do reino a gosto

Modo de preparo:

Em uma panela adicione o fio de Azeite Premium e doure o alho e a cebola. Em seguida junte o Palmito . Desligue o fogo e acrescente o pimentão e a Mostarda Gourmet e tempere com sal e pimenta;

Em seguida, adicione a farinha de berinjela e misture até dar consistência. Coloque a cebolinha e a clara e mexa até obter uma massa homogênea;

Acomode a massa em três aros iguais para hambúrguer ou molde com as mães e coloque em uma assadeira untada. Leve para assar em fogo média, pré-aquecido por 40 minutos;

Sirva com salada!

Salpicão vegano é a sugestão para as festas de final do ano

Tradicionalmente encontrada nos cardápios das ceias de Natal e Ano Novo, a receita é uma das mais degustadas nessa época

As comemorações de final do ano se aproximam e com elas chegam as reuniões com familiares e amigos para as ceias de Natal e do Ano Novo. E hoje em dia é bastante comum que cada convidado leve um prato para auxiliar o anfitrião na montagem da ceia, para que todos possam experimentar diversos pratos durante as refeições.

Ingredientes

  • 1 xícara de chá de cenoura ralada
  • ½ xícara de chá de maçã verde picada
  • ½ xícara de chá de Milho Verde em Conserva
  • ½ xícara de chá de salsão bem picado
  • ½ xícara de chá de Azeitonas Picadas
  • 1 xícara de chá de cubinhos de batata cozida
  • ½ xícara de chá de Ervilha em Conserva
  • ½ xícara de chá de uva passa
  • 1 xícara de chá de carne de jaca desfiada
  • ½ xícara de chá de maionese vegana
  • 1 colher de sopa de Mostarda Premium
  • Suco de meio limão
  • 1/3 xícara de chá de salsinha e cebolinha picados
  • Sal e pimenta moída a gosto
  • Batata palha

Modo de preparo da Carne de Jaca

Ingredientes:

  • 1 jaca verde do tipo dura
  • Água e óleo

Modo de preparo:

Para fazer a carne de jaca inteira na pressão, utilize uma jaca verde dura e pequena. Coloque a fruta na panela de pressão e adicionei um fio de óleo (ajuda a não formar tanta cola), cubra com água e leve para cozinhar em fogo médio por cerca de 50 minutos depois que pegar pressão ou até ficar macia;

Quando der 35 minutos de cozimento, retire a pressão e abra a panela com cuidado. Vire a jaca, preencha com mais um pouco de água quente e volte ao fogo até ficar macia. O tempo vai depender do tamanho da jaca;

Quando estiver macia, escorra a água da panela, corte a fruta e desfia a jaca.

Modo de preparo da Maionese Vegana

Ingredientes:

  • 1 xícara de chá de leite de soja gelado
  • 1 dente de alho sem o miolo
  • 1 colher de sopa de vinagre branco
  • 1 batata inglesa cozida e amassada
  • Sal a gosto
  • Óleo vegetal

Modo de preparo:

No liquidificador, adicione a xícara de chá de leite de soja gelado, sem adoçante, o alho sem o milho, o vinagre branco, a batata cozida e amassada e tempere com o sal;

Bata em velocidade alta e vá acrescentando o óleo vegetal aos poucos. Durante esse processo, a maionese vai gerar bastante óleo, o que é normal. Coloque um fio fino no centro do liquidificador e bata constantemente, sem parar;

Conforme a mistura for encorpando, vá diminuindo a velocidade do liquidificador. O eletrodoméstico utilizado precisa ter mais que duas velocidades para a receita atingir a consistência certo, pois é preciso bater na velocidade mais alta e ir diminuindo até dar o ponto correto;

Quando as laminas começarem a patinar, vai ser a hora de desligar e está pronto.

Modo de Preparo

Lave e pique os ingredientes conforme a descrição. Cozinhe os cubos de batata em água quente até ficarem macios. Para preparar o salsão, retire a casca com uma faca e depois corte bem;

Em uma vasilha grande, coloque a cenoura ralada, a maçã verde picada, o Milho Verde em Conserva, o salsão, a Azeitona Picada , a batata cozida, a Ervilha em Conserva , a uva passa e acrescente a carne de jaca desfiada;

Adicione a maionese vegana, a Mostarda Premium , o suco de limão, a salsinha e cebolinha e tempere com sal e pimenta. Misture bem todos os ingredientes e leve à geladeira por pelo menos 2 horas antes e servir.

Coloque o Salpicão em uma travessa e decore com a batata palha.

Dia do Enólogo

Dia do Enólogo

 

Dia 22 de outubro é celebrado o Dia do Enólogo e, para a ocasião, a Domno compartilha 5 dicas do enólogo Lucas Simões sobre como conservar melhor seus espumantes e garantir bons brindes para todas as ocasiões. Confira!

1- Quanto mais velho melhor?

Não somente com espumantes, mas com qualquer estilo de vinho, “quanto mais velho melhor” é um dos grandes mitos. Vinhos são bebidas vivas e, como tudo que é vivo, um dia declina. É um fato que alguns grandes espumantes podem suportar mais de 10 anos ou mais na garrafa, podendo evoluir e melhorar com o passar do tempo. Entretanto, o grande risco é perder os gases carbônicos (CO2) dissolvidos no líquido, pois naturalmente eles vão permeando a rolha.

2- Deve ser servido bem gelado ou em temperatura ambiente?

O espumante sempre deverá ser servido em temperaturas mais baixas. Entre 4°C para os espumantes mais doces e leves e, os já mais maturados e cremosos, ficam excelentes a 8°C. Se estiver mais gelado do que isto, seus aromas e sabores ficarão menos intensos. Caso contrário, em altas temperaturas, o gás se perderá mais rápido, além de tornar a bebida ácida e desiquilibrada.

 

3- Tem alguma dica de harmonização que seja ideal para alimentos leves (ideal para o clima primavera/verão)?

Para dias quentes, o ideal são pratos com maior acidez e que também possam ser consumidos em temperatura ambiente. Queijos brancos, salpicão, frutas secas, bruschettas, saladas, frutos do mar etc.

4- A escolha da taça influencia no sabor?

Sim. Para melhor visualização do perlage (borbulhas), o ideal é utilizar taças de cristal, pois o material apresenta maior porosidade, facilitando a liberação das borbulhas e consequentemente, melhor visualização. Nesse sentido, taças com o corpo mais delgado e longilíneas são as mais proveitosas. Estas taças são conhecidas com flute. Entretanto, há uma tendência de utilizar taças mais bojudas para a degustação de espumantes, pois podem não destacar tanto o perlage visualmente, mas liberam com mais intensidade os aromas da bebida. Taças do estilo tulipa também são recomendadas.

5- Após a abertura, devemos manter na geladeira ou no freezer?

Após a abertura da garrafa, caso o produto não seja consumido totalmente, pode-se armazená-lo na geladeira, pois a temperatura baixa ajuda a manter o CO2 dissolvido no líquido. O ideal é utilizar uma tampa especial para vedá-lo, preservando o produto por cerca de três dias.