Esportes

Vitória do Peixe!

foto do SantosFC

O Santos venceu o Grêmio Porto Alegrense por 2 a 1, com dois gols de Marinho e aumenta sua invencibilidade para 12 jogos. Não demos moleza para o time do renato gaúcho. Chegou aos 24 pontos e continua, apesar de alguns vacilos, subindo no #Brasileirão!⁣ #CarretaDoPeixão

Giro da Vitrine

Notícias da semana e #comentários! #culturapop, #futebol #imagensdasemana, Todas as quintas, 10h30 na Vitrine do Giba.

Giro da Vitrine teve papo sobre a taxação dos livros e sobre a nossa constituição, com o Dr. Roberto Montanari Custódio. Cultura com Homero Odisseus Massuto, que falou sobre o livro Canone Gráfico Volumes 1 e 2, editados pela Boitempo e Cuca Jorge falando sobre fotografia.
Yasmin Dias falou sobre a Liga dos Campeões e sobre o futebol brasileiro.

taxaçãodelivro #taxaçãodoslivro #nãoàtaxaçãodelivros #futebol #canonegráfico

Gerson Victalino, ouro no Pan de 1987, morre aos 60 anos

Gerson Victalino, ex-jogador de basquete do Brasil — Foto: Divulgação / CBB – Foto: Divulgação

Gerson Victalino, ex-jogador da seleção brasileira de basquete, morreu nesta madrugada, aos 60 anos. A informação foi divulgada pela Confederação Brasileira de Basquete (CBB) na manhã desta quarta-feira
Em 1987, a Seleção Brasileira de Basquete derrotou o time americano dentro da casa dos adversários na final dos jogos Pan-Americanos e um dos jogadores daquela equipe era o pivô Gerson.
Gerson começou no basquete aos 18 anos, mas primeiro se destacou no futebol por conta de sua altura. Fez sua estreia como profissional em 1979, pelo Ginástico, em Minas Gerais. Em 1981, atuou pela primeira vez na Seleção Brasileira, no Sul-Americano, sob comando de Claudio Mortari, anotando sete pontos na vitória sobre o Chile por 100 a 43, em Montevidéu, e desde então fez uma carreira linda com nosso manto, sendo o atleta que mais vezes vestiu a camisa do Brasil, se despedindo na Olimpíada de 1992, no jogo que decidiu o quinto lugar para o país diante da Austrália, com 14 pontos. Entre Olimpíadas, Mundiais, Copas Américas, Sul-Americanos e Jogos Pan-Americanos, Gérson fez 93 partidas em torneios FIBA pela Seleção Brasileira.
O ex-atleta defendeu Monte Líbano, Corinthians, Lençóis Paulista, Jales, Manresa-ESP, Sport-PE e Remo, onde se aposentou em 2002. Pelo Brasil, Gerson esteve em quadra no título do inesquecível Pan de Indianapólis 1987, diante dos Estados Unidos. Ainda jogou três Olimpíadas, em Los Angeles 1984, Seul 1988 e Barcelon 1992. Vestiu a camisa do Brasil de 1981 a 1994. Aposentou-se em 2002.
Em 2020, Gerson Victalino foi homenageado pela CBB como um dos nomes das Conferências do Campeonato Brasileiro Adulto, com um selo comemorativo. ” Me senti lisonjeado com esta homenagem. Ser escolhido dentre tantos nomes que fizeram e fazem história no nosso basquete. Quando recebi essa notícia, fiquei em êxtase, pois sei a importância de ter o nome vinculado a um evento da CBB – disse Gerson na ocasião.
O pivô lutava para vencer um outro adversário, a esclerose lateral amiotrófica (ELA) que faz que a pessoa perca progressivamente os movimentos.


“Meus pêsames à família, era meu amigo, fez abertura de olimpíada no Clube Atlético Ypiranga (CAY), na época fez seu casamento em nosso salão, mineiro gente boa, tentei localizá-lo havia uns tempos atrás quando soube que estava doente, mas não consegui. Vai com Deus, Gersão” declarou Roberto Nappi, ex-presidente do CAY. segundo Nappi, Gerson morou na Vila Carioca.

Santos F. C. completa 108 anos de existência

Aqui uma homenagem da Vitrine do Giba ao Santos Futebol Clube! O #Santos Futebol Clube foi fundado no dia 14 de abril de 1912, por iniciativa de três esportistas da cidade, que convocaram uma assembleia na sede do Clube Concórdia para a criação de um time de futebol. Durante a reunião, surgiu a dúvida sobre o nome da agremiação, mas os participantes da reunião aclamaram, por unanimidade, a proposta de Santos Futebol Clube. O primeiro jogo em que entraram em campo foi contra um Combinado santista em 23 de junho de 1912, na Vila Macuco. Anacleto Ferramenta e Geraule marcaram os gols pelo Santos com a seguinte escalação:
Fauvel, Simon, Ari, Bandeira, Ambrósio, Oscar, Bulle, Geraule, Esteves, Fontes e Anacleto Ferramenta.
Mas o Santos considera como o primeiro jogo oficial ocorreu em 15 de setembro daquele ano. O adversário foi o Santos Athletic Club, mais conhecido como Clube dos Ingleses, e o Santos Futebol Clube venceu por 3 a 0.

DECLARACIÓN DEL COMISIONADO DE LA NBA ADAM SILVER SOBRE EL FALLECIMIENTO DE KOBE BRYANT

NUEVA YORK, 26 de enero, 2020 – El Comisionado de la NBA Adam Silver hizo la siguiente
declaración hoy, sobre el fallecimiento de Kobe Bryant:

“La familia NBA family está devastada por el trágico fallecimiento de Kobe Bryant y su hija Gianna.

“Durante 20 temporadas, Kobe nos demostró lo que es posible cuando el gran talento se mezcla con la
absoluta devoción por ganar. Él era uno de los jugadores más extraordinarios en la historia de nuestro
juego con logros que son legendarios: 5 campeonatos de la NBA, un premio como MVP, 18 veces All-
Star y dos medallas de oro en Juegos Olímpicos. Pero será recordado por inspirar a la gente alrededor del
mundo a jugar basquetbol y competir con la mayor de sus habilidades. Fue generoso con la sabiduría que
adquirió y tomó la misión de compartirla con las generaciones futuras de jugadores, deleitándose
especialmente por transmitir su pasión por el juego a Gianna.

“Enviamos nuestras más sinceras condolencias a su esposa, Vanessa, y a su familia, a la organización de
los Lakers y a todo el mundo deportivo.”

Santos FC renova parceria com a Umbro

Com fardamento da marca inglesa, o alvinegro da Vila Belmiro teve seus grandes títulos no século

Uma das parcerias mais vitoriosas do futebol brasileiro, Santos FC e Umbro permanecerão juntos por ainda mais tempo. O vínculo entre o Peixe e a empresa foi renovado. A união entre a marca inglesa e o alvinegro da Vila Belmiro é um das mais antigas do futebol brasileiro, com a marca inglesa produzindo os primeiros exemplares do manto do Peixe ainda no ano de 1997. 

De lá para cá, muita coisa aconteceu, e a torcida santista viu os grandes momentos do Clube no século, com o diamante da Umbro no lado direito do peito. A primeira dessas glórias ocorreu em 2002, quando os Meninos da Vila, liderados por craques como Robinho, Elano e Léo, conquistaram o Campeonato Brasileiro em um épico de superação e pedaladas. 

Em 2004, a parceria fez a sorte ser alvinegra novamente. Ainda com os ídolos santistas em campo, o Peixe foi novamente campeão brasileiro com um time que encantou o mundo e segue no imaginário afetivo dos torcedores alvinegros. No entanto, o melhor ainda estava por vir.

No ano de 2010, o litoral paulista pôde presenciar o surgimento de uma nova geração de Meninos da Vila, que, com o manto confeccionado de maneira especial pela Umbro, chegaram ao topo. Um esquadrão com Neymar, Paulo Henrique Ganso, André e Robinho conquistou a primeira Copa do Brasil para o Santos, e abriu caminho para o que seria o maior momento do clube na história recente.

Ainda com a Umbro no peito, o clube alvinegro derrotou o Peñarol na final da Copa Libertadores de 2011, e fez toda a América ser pintada de preto e branco pela terceira vez. A linda camisa do Peixe ainda representou o Brasil no Mundial de Clubes e deixou um enorme legado de grandes jogos e gols brilhantes.

“A Umbro é uma parceira histórica do Santos Futebol Clube. Com a qualidade irretocável dos seus uniformes e do seu material, obtivemos, ao longo dos anos em que Clube e empresa estiveram juntos, grandes conquistas e campanhas memoráveis. Estamos confiantes para que esta parceria de sucesso se torne ainda mais marcante em 2020, com títulos e grandes atuações para o nosso torcedor”, declarou o Presidente José Carlos Peres.

A colaboração entre Umbro e Santos ainda tem em seu currículo a conquista de quatro campeonatos paulistas, além de um Rio-São Paulo e uma Copa Conmebol. Não é pouca história, e que torna ainda mais raro o alinhamento de uma marca a um clube percorrer caminho de tantas glórias e emoções.

“Ter um dos maiores clubes do mundo ao nosso lado é uma honra enorme, e sempre buscaremos desenvolver uniformes à altura do que o Santos Futebol Clube representa ao futebol. Nossa parceria não é vitoriosa por acaso: fazemos um trabalho especial, que respeita o torcedor e a história do clube, sem negar aspectos da contemporaneidade”, afirma Paulo Mündel, diretor de marketing do Grupo DASS.

Com contrato renovado, a esperança da Umbro é que os belos momentos do passado se repitam e tragam mais sorrisos ao torcedor do Peixe, e que o peso dessa camisa continue fazer tremer os adversários, carregando o plantel em direção a novas taças. 

Jorge Sampaoli é o novo técnico do Santos

Santos FC e Jorge Sampaoli têm um aceite assinado na proposta para que o argentino seja o treinador da equipe em 2019. Os últimos detalhes e a assinatura do contrato devem ser finalizados em encontros presenciais neste final de semana.

O argentino de 58 anos começou sua trajetória como treinador em 1994. Durante a longa carreira, Sampaoli teve passagens marcantes por Universidad de Chile, Seleção Chilena e Sevilla, da Espanha. Em 2018 ele comandou a Argentina na Copa do Mundo.Veja nota do presidente Peres:

A vida precisa de ousadia. Podemos não ter o maior orçamento do futebol brasileiro, mas temos a maior marca entre os clubes nacionais e precisamos saber utilizá-la. Assim conseguimos atrair jogadores como Carlos Sánchez, Bryan Ruiz, Derlis González e agora o técnico Jorge Sampaoli.

Santos FC é sinônimo de jovens talentos, futebol ofensivo, uma magia histórica e única. Nada melhor para comandar esse potencial que um técnico experiente, de nível internacional e com ideias novas. Será importante não só para o clube mas como para o nosso futebol. É uma grande atração que com certeza mobilizará nossa torcida nas próximas temporadas.

Seguimos na missão de, com criatividade e responsabilidade, elevar aos poucos o Santos FC para um novo patamar, mais profissional e inovador. Negociação não se faz com pressa.

Presidente do Santos Futebol Clube, José Carlos Peres.

Cuca não será mais o treinador do Santos

Fot: Divulgação Santos

Cuca chegou e deu um jeito no combalido Santos. O time não tinha estrutura para ir mais longe. Agora, infelizmente, o técnico Cuca vai fazer uma pausa na carreira para tratar um problema cardíaco e, assim, não seguirá como técnico do Santos em 2019. Além das risadas do bom sujeito o Santos ficará um pouco órfão. Mas creio que toda a nação santista deseja uma boa recuperação do treinador!