Dia: 16 de fevereiro de 2018

CURSO DE MICRO DRAMATURGIA

Com a premiada autora de Córdoba, Argentina, SONIA DANIEL, de 19 a 22 de fevereiro, das 19 às 22h, no Teatro Commune, Rua da Consolação, 1218 (metrô Mackenzie-Higienópolis) e estacionamento ao lado.

Inscrições pelo link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSf0Eq746fIgQ192iNFOp-XqHIL6crsS4bI9b-J28mid7piTOA/viewform

 

OBJETIVOS: Desenvolver noções básicas da dramaturgia abordando personagem, conflito e o texto dramático e a criação de micro cenas que serão apresentadas no Teatro Commune no final do curso. Os alunos deverão trazer 5 fotos de situações (familiares, cotidianas, do mundo, curiosas, interessantes….), 1 notícia de jornal ( que seja interessante, teatral… ) e 1 texto curto de sua autoria (que foi ou esteja sendo escrito)

SONIA DANIEL é atriz, professora e dramaturga premiada e coordenadora do Teatro Maria Castana, em Córdoba, Argentina e fundadora da Rede de Salas Independentes de Córdoba. É diplomada em Produção e Gestão Cultural na Universidade Blas Pascal. Suas referências em dramaturgia são Patricia Suarez, Alejandro Finzi, Luis Cano, Marco Antonio de La Parra, Ariel Davila. Foi dirigida como atriz por Chete Cavagliatto, Elisenda Seras, Jorge Pinus, Mildred Yedro, Sergio Blanco, Mauricio Kartun, Leo Rey, Jorge Aran entre outros.

Recebeu inúmeros prêmios como atriz, professora, escritora de teatro e gestora cultural. Como dramaturga foi representada em várias ocasiões. Destacam-se seus textos “Qual pluma ao vento”, “Expediente Fidelio, una historia clínica” (Arquivo Fidelio, uma história clínica), em coautoria com Liliana Sosa, “El gran deporte nacional” (O Grande esporte nacional), “Herida absurda” (Ferida Absurda), montada no Brasil há alguns anos, ”Mala Muerte” (Morte má), “El Juego de las Palomas” (O Jogo das Pombas).  Foi premiada com o primeiro lugar no Dramaturgia Provincial 2005 e no Prêmio Municipal Dramaturgia Unipersonal 2011. Recebeu em 2012 uma menção especial de Argentores, SAGAI e do Ministério do Desenvolvimento Social por sua peça curta “Boca de Lobo” no concurso de Aplausos pela Inclusão. Em 2013, sua peça “A vida sexual dos morcegos” é escolhida para a série “A Cozinha dos Dramaturgos” pela sociedade dos autores teatrais da Argentina.

Em 2014 foi premiada por sua peça “Herida Absurda” como o melhor texto de teatro da Festa Provincial de Teatro de Formosa e é convidada a participar do Ciclo de Autoras Argentinas no Teatro Nacional Cervantes, onde estreia “Pequeña Melodia para piano y Ella” com direção de Cristina Merelli. Sua obra foi publicada e traduzida em várias línguas. Seus textos são geralmente representados tanto em Córdoba, sua cidade natal na Argentina, como no resto do país e em países como Espanha, Bolívia, México, Brasil e Venezuela. Foi destaque como atriz em muitos projetos, incluindo: “Desviaciones musicoteatricas”, “El guante blanco”, “El rey se muere”, “Extraño juguete”, “Paseantes, maqueta de una história contada”, “Creciendo con el cuerpo” e seu exclusivo: “Dicese de la persona cuyo conyuge ha muerto” (Fala-se da Pessoa cujo Marido Morreu). Seus últimos textos foram “Pequeño Cyrano Ilustrado” dirigido por Leo Rey, seu marido, falecido em 2014. A trilogia Anti Comics, com os textos A Vida Sexual dos Morcegos, A Festa do Pijama e O Evangelho Segundo o Superman e Entre Mi piernas (adaptação do conto de Chapeuzinho Vermelho), premiada em Córdoba, em 2016. É autora da peça ANTI COMICS, DESCONSTRUINDO SUPER HERÓIS, montada pela COMMUNE, em parceria com o Teatro Maria Castana, em 2016, com recursos do IBERESCENA. Em 2015 participou, representando a Argentina, do “Encontro: a mulher na cena teatral latino-americana no século XXI, realizado em Mérida, no México.

Inscrições pelo link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSf0Eq746fIgQ192iNFOp-XqHIL6crsS4bI9b-J28mid7piTOA/viewform

De 19 a 22 de fevereiro das 19h às 22h

No Teatro Commune (ao lado do metrô estação Higienopolis Mackenzie)

INFORMAÇÕES E CONTATO: cursos@commune.com.br

Anúncios

Em São Paulo, obras do cubano Carlos Garaicoa são expostas no Espaço Cultural Porto Seguro

Carlos Garaicoa, RBC, 2012.

Carlos Garaicoa – ser urbano, individual Espaço Cultural Porto Seguro, de 6/02 a 6/05

São ao todo 8 trabalhos do artista cubano Carlos Garaicoa que estarão disponíveis para deleite do público no Espaço Cultural Porto Seguro. Reunindo vídeos, instalações, maquetes, fotografias e desenhos de Garaicoa, o curador Rodolfo de Athayde leva todos por uma viagem no universo urbano que ronda as criações do artista. Os debates políticos, econômicos e sociais inerentes a Carlos estão presentes na mostra, com o intuito de provocar transformações internas e externas.

Receita de couve-flor gratinada

Ingredientes:
1kg couve-flor
½ cebola
3 dentes alho
2 colheres de sopa de azeite
50g de queijo parmesão
Molho bechamel
500ml de leite
1 colher de sopa de margarina
1 ½ colher de sopa de farinha de trigo
Sal e pimenta a gosto
Noz moscada a gosto

Pré-Preparo:
Descascar e picar o alho e a cebola. Cozinhar a couve-flor até ficar al dente. Reservar.

Molho Bechamel:
Em uma panela colocar a margarina para aquecer em fogo baixo, quando derreter acrescentar a farinha de trigo, mexer constantemente com o fuê, tendo o cuidado para não empelotar, deixar cozinhar mexendo sempre. Acrescentar o leite quente ao roux aos poucos, abaixar o fogo e continuar mexendo, para não empelotar. Não deixar o molho grosso, pois quando esfriar ele tende a engrossar.

Preparo:
Em uma frigideira colocar o azeite, o alho e a cebola, deixar dourar e puxar a couve-flor. Colocar em uma travessa fazendo camadas alternadas de couve-flor e molho bechamel. Finalizar com queijo parmesão. Levar ao forno a 180ºC para gratinar por alguns minutos. Servir.

Tempo de Preparo: 25 minutos

Rendimento Aproximado: 1,800 kg

Fonte: Divino Fogão – http://www.divinofogao.com.br