Day: 17 de novembro de 2019

Drosófila, a mosquinha famosa

A drosófila se reproduz rapidamente e por isso é muito usada em pesquisas científicas. Ilustrado e escrito pela bióloga e artista plástica Francisca C. do Val, o livro nos conta como nascem, onde vivem, como namoram e se reproduzem as drosófilas e qual foi sua contribuição para a comprovação da teoria da evolução de Darwin.
“Faço pesquisa com moscas, entre elas as drosófilas, e gosto de desenhar plantas, paisagens e bichos. Nas ilustrações, tomo o maior cuidado para que tudo fique como é de verdade: os insetos com suas seis pernas, os ovos com seus filamentos, que são tubinhos para a respiração. Eu quis fazer um livro bonito para falar sobre as drosófilas e mostrar que qualquer criança pode se tornar um cientista (ou uma cientista como eu!). Gostaria que todos soubessem como é interessante estudar a vida dessas moscas e como elas nos ajudaram a entender muito de nós mesmos, inclusive por que somos tão parecidos com nossos pais”, explica Francisca C. do Val.

Hannah Arendt nasceu em 14 de outubro de 1906

Em 14 de outubro de 1906, nascia em Hanôver, Alemanha, a filósofa Hannah Arendt.

Hannah Arendt durante o julgamento de Adolff Eichmann, em 1960.

Livros de Hannah ARENDT

Estes livros foram concebidos por Arendt para publicação

1929 – O conceito de amor em Santo Agostinho.

1951 – Origens do Totalitarismo: Anti-Semitismo, Imperialismo, Totalitarismo.

1958 – A Condição Humana.

1958 – Rahel Varnhagen: a vida de uma judia alemã na época do romantismo.

1961 – Entre o Passado e o Futuro.

1963 – Eichmann em Jerusalém: um relato sobre a banalidade do mal.

1965 – Da Revolução.

1968 – Homens em tempos sombrios.

1970 – Sobre a violência.

1972 – Crises da república.

1978 – A vida do espírito: o Pensar, o Querer, o Julgar.

Esta obra foi publicada após a morte de Arendt, no entanto Arendt estava finalizando a obra para a publicação.

Livros de Hannah Arendt publicados após sua morte

Estes livros foram publicados após a morte de Arendt; foram organizados a partir do seu espólio; em geral tratam-se de manuscritos, conferências, anotações, aulas, etc.

1982 – Lições sobre a Filosofia política de Kant.

1992 – Hannah Arendt e Karl Jaspers: correspondência

1993. A dignidade da política: ensaios e conferências (publicação brasileira de textos de Arendt)

1993 – O que é política?

1994 – Compreensão e Política e Outros Ensaios (1930-1954).

1995 – Hannah Arendt e Mary McCarthy: correspondencia 1949 – 1975

2002 – Diários Filosóficos: 1950 – 1970

2003 – Responsabilidade e Julgamento.

2005 – A promessa da política.

2007 – Escritos Judaicos

2008 – Compreender: formação, exílio e totalitarismo. Ensaios (1930 – 1954) (Tradução brasileira a partir do original de 1994)

Hannah Arendt e Kurt Blumenfeld: correspondência 1933 – 1963

2018 – Ação e a busca da felicidade