Day: 15 de abril de 2020

Utopia e distopia – pequenas considerações sobre liberdade, felicidade, alienação e resistência na ficção científica

Utopia e distopia: pequenas considerações sobre liberdade, felicidade, alienação e resistência na ficção científica

Gilberto da Silva [1]

Resumo:

Entendemos que a ficção científica pode se constituir num elemento de reflexão sobre o presente, passado, futuro e, a partir da utopia ou da distopia estabelecermos uma conexão entre alguns conceitos como felicidade e liberdade. Dessa forma, à luz da teoria crítica, nos utilizamos de autores como Fredric Jameson, Herbert Marcuse, Adorno e Horkheimer para refletir sobre questões e conceitos que perpassam as obras do gênero, tais como: alienação, verdade, ódio e tolerância, resistência e libertação.

Palavras-chave: Utopia; Distopia; Sociedade do espetáculo, teoria crítica, totalitarismo; ficção científica.


[1] Gilberto da Silva é formado em sociologia pela Escola de Sociologia e Política de São Paulo e jornalismo pela Faculdade Alcântara Machado/FIAM, mestre em Comunicação pela Faculdade Cásper Líbero e pesquisador do grupo Comunicação e Sociedade do Espetáculo na linha de pesquisa A Teoria Crítica e a Comunicação na Sociedade do Espetáculo organizado pela Cásper Líbero. É um dos organizadores do livro A Sociedade do espetáculo -Debord, 50 anos depois (Appris, 2018).  É Analista de Ordenamento territorial da Prefeitura de São Paulo (aposentado). Foi professor do ensino secundário e universitário e edita a revista virtual P@rtes (www.partes.com.br).