Humor

Aberrações políticas

Por Gilberto da Silva

No passado, as chamadas “aberrações humanas” eram utilizadas como atrações nos circos, os chamados circo de horrores (“freak shows”). Eram seres com anomalias genéticas em sua maioria. Pessoas com deformidades que eram abandonadas pela família e o donos dos circos os “adotavam”.

Pessoas como a Mulher Barbada, entre elas a famosa Annie Jones Elliot que possuía uma barba desde os nove meses de idade e que chegou a ganhar em dólares o equivalente ao então presidente dos Estados Unidos. Tinha de tudo: gêmeos que nasceram grudados (os famoso irmãos siameses), o garoto lagosta, a mulher mais feia do mundo, a mulher de quatro pernas,o homem elefante, anões e todo tipo de bizarrice.

O tempo, com a ajuda maravilhosa da Medicina, fez com que as pessoas passassem a entender que essas pessoas não eram bichos e sim humanos com anomalias genéticas.

Na Sociedade do Espetáculo essas aberrações entraram para o cenário da Política. No Brasil temos exemplos enorme de aberrações, que longe da genética, persiste na aberração ética, moral e intelectual. Nem dá pra exemplificar pois corro o risco de esquecer “atores! importantes!

 

Oddity Fat & Skinny Man, os “boxeadores circenses

Anúncios

De Lisboa, parte esquadra de Cabral

9 de março de 1550. A frota de Cabral parte de Lisboa, em Portugal. Se preparem: vai dar merda! O endereço inicial era as Índias. Era? Do  Rio Tejo parte Cabral, com aproximadamente 1400 homens, numa nova aventura. A chegada ao Brasil se deu 44 dias depois, no dia 22 de Abril. Deu merda?

Enquanto tentam descobrir quanto ganha um procurador, procura-se o dono do celular

AR-305239565

Nossa Câmara Municipal de São Paulo tem sempre algumas ocorrências hilárias, vejam essa ocorrida durante a 76ª SESSÃO ORDINÁRIA em 07/12/2017:

 

O SR. PRESIDENTE (Milton Leite – DEM) – Tem a palavra, pela ordem, o nobre Vereador Adilson Amadeu.
O SR. ADILSON AMADEU (PTB) – (Pela ordem) – Sr. Presidente, quero fazer um alerta aos demais Srs. Vereadores sobre algo que aconteceu hoje comigo. Recebi no gabinete algumas denúncias que vieram da região da Vila Maria/Vila Guilherme e, como não posso prevaricar como Vereador, fui verificar. Pedi ao Prefeito Regional de Vila Maria/Vila Guilherme, Sr. Dário José Barreto, e ao seu Chefe de Gabinete, Sr. Samuel Renato Machado, que tomassem providências quanto ao fato de que alguns agentes do Município têm visitado vários estabelecimentos comerciais – inclusive alguns que estão para inaugurar em área do Município – e simplesmente apresentado um ofício da  Prefeitura usando nome de Vereador.
Sr. Prefeito Regional Vila Maria/Vila Guilherme e Sr. Chefe de Gabinete, verifiquem se realmente essas denúncias procedem.
Se não procederem, é só me avisar.
Aproveito a oportunidade para esclarecer uma fala minha num direito de resposta envolvendo a Vereadora Soninha no dia de ontem. Para encerrar o assunto, peço desculpas à nobre Vereadora Soninha e também ao Vereador Caio, mas acho desnecessário o que V.Exa. postou na rede, pois seus eleitores não são os meus eleitores.
Aliás, foi um eleitor seu, taxista, que me avisou sobre a maneira que V.Exa. se portou: “Não posso concordar com ofensa e tratamento desrespeitoso”. Eu quero aqui pedir desculpas a todos os membros da Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa – o Presidente Mario Covas Neto está aqui. Eu não retiro o que falei, porque falei do lobby, dos procuradores do Município, que andam por aí. A Sra. Presidente
da Associação dos Procuradores é uma lobista profissional, não retiro nada do que falei.
O SR. CAMILO CRISTÓFARO (PSB) – (Pela ordem) – Quanto ganha um procurador, nobre Vereador?
O SR. ADILSON AMADEU (PTB) – (Pela ordem) – De 30 a 90 mil, por mês. É por produtividade.
O SR. CAMILO CRISTÓFARO (PSB) – (Pela ordem) – Mas ele tem honorários quando ganha alguma coisa?
O SR. ADILSON AMADEU (PTB) – (Pela ordem) – Ele ganha no escritório particular, que boa parte dos procuradores tem, boa parte.
O SR. CAMILO CRISTÓFARO (PSB) – (Pela ordem) – Eu não sabia. Eu não sabia.
O SR. ADILSON AMADEU (PTB) – (Pela ordem) – Eles têm, também. Eles não trabalham só para o Município, eles trabalham na produtividade. É muito dinheiro. Então, nobre Vereadora Soninha Francine, desculpe. Eu prometo que estarei mais bem preparado para ver as ações certas.
O SR. CAMILO CRISTÓFARO (PSB) – (Pela ordem) – Mas qual é o salário de um procurador?
O SR. ADILSON AMADEU (PTB) – (Pela ordem) – Não sei, é três vezes mais do que o do Vereador.
O SR. PRESIDENTE (Milton Leite – DEM) – Srs. nobres Vereadores, não é comum esta Casa oferecer serviços de utilidade pública, mas como o sanitário é de um dos Srs. Vereadores,
alguém esqueceu um celular. Não sei de quem é.
Neste momento, vou suspender a sessão para a reunião conjunta do Congresso de Comissões

Entre na nova tendência da Moda Medieval

Por Gilberto da Silva

Já que estamos caminhando a passos largos de volta para a Idade Média, nada melhor do que ir, de pronto, e bem preparado para a moda. Para quem ainda não sabe, ou não se lembra a Idade Média, ou a denominada Era Medieval, foi um período da História Europeia que durou do século IV ao século XV. Afinal, retroceder sim, mas com estilo, não é Denner? Não consultei meus amigos estilistas, mas segue aqui uma pequena seleção de estilos para homens e mulheres. As roupas variam de séculos para séculos, “seculorum”, e também depende da classe social ou hierarquia de poder: imperadores e religiosos vestiam-se com mais suntuosidade.  Escolha seu modelito, peça esta que você pode comprar após pesquisas na internet e vá fundo de volta ao passado. Os milenaristas te agradecem!

 

Brasil é um time de Bundas

 

Nada mudou desde junho de 1999. Nada mudou. Continuamos um país com uma equipe de Bundas. Antes Bundas tinha a palavra, a tiragem. Agora Nada. Nada de frente, nada de Bundas! Quem manda neste país? O movimento feminista queimaria Bundas em praça pública! O PT chamaria Bundas de coxinha. Os coxinhas chamariam Bundas de Bolivarianos! Continuamos a gritar Fora… inutilmente!

 

Agosto vem ai e eu estou de olho…

Por Gilberto da Silva

Agosto, mesmo a contragosto está chegando. Eu, quieto, ficarei no meu posto. Atento. Reflexivo. Noites densas, dias tensos. Mês do cachorro louco e das quedas de presidentes.  ( e eu aqui fazendo figa…).  Irei começar o mês rezando ou confessando, pois dia 04 é dia do Padre. Vou ao médico sabendo que no dia 5 é o Dia Nacional da saúde: vou aproveitar um dia antes para orar pelo SUS, pelos convênios e pela decência.

Agosto, do latim augustus (oitavo mês do calendário gregoriano) ainda tem Lava-jato? Dia 11 é o dia do Magistrado, claro,  a toga vem primeiro que o advogado no dia 12…  Aproveitarei e pedirei no dia 11 para o Garçom trazer mais uma, boa, gelada para afogar as mágoas e espantar a tristeza. Noites densas…. Dias quentes…. Estudante, esqueça seu dia… estudante não precisa de dia na nossa nova louca e vã filosofia que refletirei bastante no dia 16 em homenagem a Sócrates, Platão, Hegel. Kant e Neném Prancha.

Dia dos Pais no mesmo dia do economista – procede: precisamos conciliar essas duas características para nosso consumo diário. No dia 20 vai ter festa na maçonaria e eu não fui convidado ( se alguém por aqui passar por lá, avise-me. E no dia 22 vou curtir o folclore nacional e celebrar um pouco do que nos resta de cultura para curtir a infância no dia 24, irei numa feira e respeitarei o soldado no dia 25 e irei ao psicólogo no dia 27, pois de loucura em loucura vamos vivendo.

O bancário no dia 28 que me perdoe pois vou voar nas asas de alguma ave retirada de alguma avicultura e voando para setembro e a primavera entrar!

 

Canção De Agosto Emilinha Borba

Há quem diga que agosto
é um mês que traz desgosto
deve ser superstição
uma simples brincadeira
ou apenas impressãoPois pra quem vivi contente
mês de agosto não existe
mais pra quem não é feliz, ai,ai
até fevereiro é triste

Todos nós podemos ter
um desgosto um desengano
em qualquer hora do dia
em qualquer dia do mês
em qualquer mês do ano

 

 

 

 

Oficina de Clown – Erwan Gronier, Palhaço Sem Fronteira Bélgica

clown

O Teatro Commune tem o prazer de convidá-los para uma Oficina de Clown Internacional imperdível!

Diretamente da Escola de Circo de Bruxelas e do Palhaço Sem Fronteiras Bélgica, Erwan Gronier trará para o Brasil toda sua experiência de Clown em zonas de conflito, como Iraque, Afeganistão, Síria, Equador, através da oficina:
“Brincando com Seus Botões – Uma Viagem Interna à Procura do Seu Palhaço”.

Quando: Dias 19, 20 e 26 de novembro das 9h às 14h,
Onde: Teatro Commune, VAGAS LIMITADAS !
Inscrições: pelo email rodrigofveloso@gmail.com

Eleições e dor de cotovelo

925994-simples_planalto070814_4-720x340

Por Gilberto da Silva

 

Toda eleição é a mesma ladainha. O Zé Esquerda acusa o Zé Meio Esquerda de falta de união e vai logo arrotando: tem que unir o pão como o fermento para dar o alimento! Juntos somos fortes, na eleição e na direção: “tamu juntos…”  Todos se julgam vítimas das conspirações, mas no primeiro beijo logo esquecem das desavenças.

Toda eleição é sempre a mesma coisa. A Maria Direita roga praga na Dircinha Coxinha que diz que com aquela camisola amarela não sai mais nas manifestações. Temos que unir nosso amarelo para combater os vermelhos!!!! Maria arrogante, Dircinha ignorante. Doces lembranças de Nelson Rodrigues!

 

Millor escreveu certa vez:

Político é um sujeito que convence todo mundo a fazer uma coisa da qual ele não tem a menor convicção.

 

Mas acredito que Millor não estava totalmente certo pois o político tem a total convicção do que está fazendo.

Uns fedem, outros cheiram, outros inodoros.

É na eleição que a traição sai da cama e vai para a urna. Eleições, Ilusões, assim dirão alguns.

É na eleição que a inveja mostra seu verdadeiro vestido: a inveja veste “santinho”.

Há pouco espaço para os retos e os que teimam em seguir certinho. Mas tem espaço…. temos raras exceções.

E o ciúmes então…

 

Em eleições cabe um repertório do Lupicínio Rodrigues:

Vingança: ” O remorso talvez seja a causa do seu desespero/Você deve estar bem consciente do que praticou…”

Felicidade: “e é por isso que eu gosto lá de fora/porque sei que a falsidade não vigora”

Traição ?: “Se acaso você chegasse/No meu chatô encontrasse/aquela mulher/que você gostou”

Claro, temos aqueles que pedem: VOLTA!!. “Vem viver outra vez ao meu lado”. Mas para isso é preciso Ter Nervos de Aço: “eu não sei se o que eu trago no peito/ é ciúmes, despeito, amizade ou horror.”

Ou seja, em eleições temos também muita dor de cotovelo! Portanto, sempre é bom ficar com um olho aberto…..

Isso é coisa de vermelhos!

Brasília - O deputado afastado Eduardo Cunha fala à imprensa sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal de manter seu afastamento da Câmara (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Brasília – O deputado afastado Eduardo Cunha fala à imprensa sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal de manter seu afastamento da Câmara (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

 

  • Que foi meu filho?

_ Isso é coisa de vermelho, mamãe…

  • Comunistas?
  • Deve ser mamãe…

A mamãe que antes dizia que os comunistas comiam criancinhas, apressou-se em recomendar:

  • Toma um banho de descarrego, filho! Olha a nuvem vermelha na sua cabeça….