Dia: 29 de maio de 2017

Programa Conversações com o Secretário Gilberto Natalini

Neste episódio do Programa Conversações o tema é a cidade de São Paulo e os inúmeros desafios dessa complexa megalópole, no que diz respeito à sustentabilidade e à preservação do meio ambiente. O entrevista é o atual secretário do Verde e do Meio Ambiente Gilberto Natalini.

 

 

Avanços e desafios da Política Nacional de Resíduos Sólidos – Congresso Ecogerma 2017

 
O congresso Ecogerma, um dos eventos mais destacados do Brasil na área de Meio Ambiente, Sustentabilidade, Energia e Infraestrutura, enfatizará na edição de 2017 os avanços e desafios da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Organizado pela Câmara de Comércio e Industria Brasil-Alemanha (AHK São Paulo), por meio do seu Departamento de Meio Ambiente, Energias Renováveis e Eficiência Energética, a nona edição do evento, que será realizado no dia 18 de outubro, conta com o apoio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) e patrocínio da Lanxess.

Desde sua primeira edição (2009), o evento, que propõe incentivar o diálogo e promover tecnologias ambientais, segue como uma plataforma de excelência para que empresas do setor, bem como órgãos do governo se aproximem, troquem experiências e fechem parcerias. Este ano, o evento abordará os avanços e desafios da Política Nacional de Resíduos Sólidos (dentre eles a logística reversa e economia circular), bem como casos de sucesso no Brasil.

Abaixo programação do Congresso:

09:00 Abertura
Nelson Pereira dos Reis, vice-presidente e diretor titular do departamento do meio ambiente (DMA) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP)
Julian Thomas, coordenador da Comissão de Sustentabilidade da Câmara de Comércio e Industria Brasil Alemanha, e Diretor Superintendente Hamburg Süd & Aliança Navegação e Logística
Consulado Geral da República Federal da Alemanha em São Paulo

09:30 Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) – avanços e desafios
Carlos Roberto Vieira da Silva Filho, diretor-executivo da ABRELPE (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais)

10:00 Gestão de resíduos sólidos na Alemanha – lições a serem compartilhadas com o Brasil
Dra. Christiane Pereira, coordenadora no Brasil do Departamento de Resíduos e Recursos Naturais da TU Braunschweig e do Centro de Pesquisa, Educação e Aplicação em Resíduos Urbanos (CREED)

10:30 Logística Reversa – da teoria à realidade dos acordos setoriais
Paulo Roberto Leite, presidente do Conselho de Logística Reversa do Brasil (CLRB)

11:00 Oportunidades e Desafios da economia circular no Brasil
Aldo Roberto Ometto, Professor da Universidade de São Paulo (USP) e Coordenador do Programa Pioneer University em Economia Circular da USP junto à Ellen MacArthur Foundation

11:30 Case Lanxess
Eliane Siviero, CEO da Lanxess Brasil

12:00 Debate

12:30 Pausa para almoço

14:00 Apresentação de cases de sucesso: 
Embraco
ES-fashion (tbc)*
Associação Brasileira de Embalagem de Aço (tbc)*

15:20 Debate

16:00 Cerimônia de Entrega Prêmio von Martius de Sustentabilidade

Tema: Avanços e desafios da Política Nacional de Resíduos Sólidos
Idioma: Português

Data: Quarta-feira, 18 de outubro de 2017
Horário: das 8h30 às 17h30
Local: Auditório da FIESP (Av. Paulista, 1313, São Paulo-SP)

Valor: Gratuito

Inscrições: 
Clique aqui e faça sua inscrição.

Observações:
Despesas com estacionamento correm por conta do participante.

Manual para Gestão de Resíduos Orgânicos nas Escolas

No final de 2015 a Morada da Floresta foi convidada pela CCAC, ISWA e Abrelpe para ser a consultora local de um projeto para desenvolver uma plataforma online para facilitar a comunicação entre as escolas para a troca de experiências relacionadas à compostagem e horta nas escolas, e entregar para as escolas um Manual para Gestão dos Resíduos Orgânicos nas Escolas.

Executamos o projeto Escolas Mais Orgânicas no primeiro semestre de 2016. Trabalhamos com 18 escolas da rede municipal de ensino de São Paulo. Durante 6 meses, realizamos encontros presencias mensais com professores e membros da coordenação das escolas e estimulamos a troca de experiências, informações e conhecimentos sobre compostagem e horta entre as escolas pela plataforma web.

Durante o projeto, aplicamos alguns questionários com nas escolas para gerar informações para a elaboração do Manual para Gestão dos Resíduos Orgânicos nas Escolas, desenvolvido por Marco Ricci (consultor técnico da ISWA). O projeto foi coordenado por Jiao Tang (ISWA) e supervisionado no Brasil por Gabriela Otero (Abrelpe).

Muito didático e completo, o Manual para Gestão de Resíduos Orgânicos nas Escolas foi cuidadosamente elaborado para facilitar a implementação e estimular a prática da compostagem no ambiente escolar.

Esse manual em forma de e-book é uma das entregas do projeto Escolas Mais Orgânicas realizado pela CCAC e ISWA. A Abrelpe foi a supervisora e a Morada da Floresta consultora e executora do projeto.

Mesmo que você não trabalhe em escola, vale compartilhar esse material com a escola dos seus filhos ou com amigos que trabalham em em instituições de ensino. Seguramente eles agradecerão a lembrança.

https://moradadafloresta.eco.br/category/projetos/escolas-mais-organicas/

Prêmio ANA 2017 recebe inscrições de boas práticas relacionadas a água

 

Inscrições vão até 31 de maio e podem ser realizadas pelo hotsite da premiação para as nove categorias em disputa. Vencedores vão ganhar viagem ao Fórum Mundial da Água de 2018, em Brasília, e o Troféu Prêmio ANA

 

O Prêmio ANA é uma ação da Agência Nacional de Águas que reconhece trabalhos os quais contribuem para a gestão e o uso sustentável dos recursos hídricos do País em nove categorias: Empresas de Micro e Pequeno Porte; Empresas de Médio e Grande Porte; Ensino; Governo; Imprensa – Impressos e Sites; Imprensa – Rádio; Imprensa – TV; Organizações Civis; e Pesquisa e Inovação Tecnológica. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas através do hotsite do Prêmio ANA (premio.ana.gov.br) até 31 de maio.

 

O concurso, que está na 6ª edição, também busca identificar ações que estimulem o combate à poluição e ao desperdício, além de apontar caminhos para assegurar água de boa qualidade e em quantidade suficiente para o desenvolvimento das atuais e futuras gerações. Como novidades, o Prêmio ANA 2017 terá duas categorias voltadas para empresas, sendo uma delas para micro e pequenas empresas e a outra para médias e grandes. Para a imprensa, que reunia todos os tipos de mídia numa só categoria, a disputa será entre impressos e sites, rádios e TV separadamente.

 

O Prêmio ANA 2017 terá uma Comissão Julgadora composta por membros externos à ANA e com notório saber na área de recursos hídricos, meio ambiente ou Jornalismo. Um representante da Agência presidirá o grupo, mas sem direito a voto. Os critérios de avaliação dos trabalhos levarão em consideração os seguintes aspectos: efetividade, impactos social e ambiental, potencial de difusão, adesão social, originalidade e sustentabilidade financeira (se aplicável). Para as categorias de imprensa, os critérios serão adaptados ao contexto jornalístico e a sustentabilidade financeira não será considerada.

 

A Comissão Julgadora selecionará três iniciativas finalistas e a vencedora de cada uma das nove categorias. Os vencedores serão conhecidos em solenidade de premiação marcada para 6 de dezembro de 2017 em local a ser definido. Os nove vencedores receberão um Troféu Prêmio ANA. Além disso, ganharão uma viagem para poderem apresentar seus trabalhos durante o 8º Fórum Mundial da Água – maior evento do mundo sobre recursos hídricos –, que acontecerá em Brasília de 18 a 23 de março de 2018.

 

Inscrições

 

Nesta edição do Prêmio ANA, as inscrições devem ser realizadas totalmente pelo hotsite e não serão aceitos materiais em meio físico, já que a Agência Nacional de Águas adota uma política de papel zero. Cada participante pode inscrever mais de uma iniciativa. Além disso, poderão ser apresentados trabalhos indicados por terceiros, desde que acompanhados de declaração assinada pelo indicado, concordando com a indicação e com o regulamento da premiação.

 

Cronograma

 

  • Inscrições: até 31 de maio de 2017;
  • Avaliação: 7 de agosto a 8 de setembro (1ª fase) e 16 a 20 de outubro de 2017 (2ª fase);
  • Comunicação aos finalistas:  30 de outubro a 3 de novembro de 2017;
  • Premiação: 6 de dezembro de 2017.

Programa Agentes de Governo Aberto de 2017

O prazo de inscrições do programa foi prorrogado e as propostas de oficinas serão recebidas até o dia 29 de maio.

O Edital de Agentes Formadores de Governo Aberto 2017 irá selecionar 56 agentes que realizarão 10 horas/mês de atividades formativas nas temáticas de governo para diferentes públicos. Para isso, receberão uma bolsa mensal de R$1.000,00.

As quatro categorias temáticas deste edital são:

  • Transparência e Dados Abertos
  • Gestão participativa e Mapeamento colaborativo
  • Inovação, Tecnologia Aberta e Colaborativa
  • Cultura Digital e Comunicação

Cada participante pode enviar 1 (uma) proposta para cada uma das categorias.

Essa é uma iniciativa desenvolvida pela Controladoria Geral do Município e a SP Aberta, da Secretaria Municipal de Relações Internacionais.

Inscreva sua proposta!