Dia: 25 de outubro de 2018

Romance da EdUFSCar aborda multiculturalismo brasileiro 

maracatu

Livro será lançado foi lançado ontem, dia 24 de outubro, no campus do IFSP em São João da Boa Vista

 

A Editora da Universidade Federal de São Carlos (EdUFSCar) está lançando o romance “Maracatu Circuncidado”, de autoria de Lincoln Amaral. A obra trata da história de Arthur, um jovem pernambucano, guia de museu em Salvador, o narrador-protagonista da história. “A pesquisa de pós-graduação de Arthur revelará a história subterrânea dos cristãos-novos, judeus conversos que tiveram importante participação no processo de construção histórico-cultural do Brasil. Já o museu em que ele trabalha revela traços da multiculturalidade nacional”, conta Amaral.
Também fazem parte do enredo o judeu Samuel, a curadora Amarílis, o biólogo Yuri, a poliglota Svetlana e a irmã do protagonista Néinha. Todos eles enriquecem o processo de conhecimento da história, das religiões, dos amores, da vida e da morte, e provocam identificação com leitores de várias idades. Segundo o autor, em um plano ficcional, a realidade se faz presente pelo contexto multicultural da juventude brasileira, a busca por identidade e pertença nacional, o empoderamento de minorias, a questão da sexualidade etc.
“O título em si – Maracatu Circuncidado – é um convite a nos despir de unidades conceituais identitárias, nacionais, religiosas. Isso se confirma no sumário, com seus signos multiculturais e na numeração dos capítulos em hebraico”, escreve na apresentação da obra Robson Batista dos Santos Hasmann, doutorando em Letras. Hasmann também destaca o tom oral do livro, marcado pelos versos que imitam o cordel no início dos capítulos, pelas canções da música popular brasileira e pelo afastamento da caricatura com que o Brasil acostumou-se a ouvir a fala nordestina.
“Tal qual o maracatu, com sua construção multiforme e polissêmica, o romance de Lincoln Amaral se inscreve numa tradição contemporânea de narrativas que, impregnadas de ritmos, sons e cores imutáveis, decanta origem, memória e história, e o narrador, tal qual o leitor, acaba por compreender que ‘o bicho-homem é plural por demais, não quer ser obrigado a caminhar na estrada curta de mão única'”, define no prefácio Lyslei Nascimento, professora de Literatura Comparada e Teoria da Literatura, da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).
Mais informações podem ser obtidas no site www.edufscar.com.br.
Anúncios

Nota do Sindicato dos Advogados do Estado de São Paulo – SASP

NOTA EM DEFESA DA DEMOCRACIA

O Sindicato dos Advogados do Estado de São Paulo – SASP, por seus diretores e associados, diante dos graves fatos que vêm desafiando a ordem institucional do País, no processo eleitoral e na vida pública, vem afirmar o que segue:

– Exigimos das autoridades constituídas da Justiça a pronta e enérgica resposta aos atos de violência física e moral perpetrados por grupos e indivíduos de extrema direita contra minorias, que vêm agindo em nome da intolerância representada por seu candidato.

– Exigimos a imediata ação do Supremo Tribunal Federal e da Procuradoria Geral da República contra aqueles que atentam contra a independência e livre funcionamento dos Poderes da República e da Democracia, como no caso de Eduardo Bolsonaro, que teceu ameaças diretas à Suprema Corte do País.

– Retirada imediata do Decreto Federal número 9.527, de 15 de Outubro de 2018, baixado em afronta à Constituição Federal, por um governo sem credibilidade e em fim de mandato, sem consulta alguma à Sociedade, em flagrante flerte com o autoritarismo, como instrumento para a restrição e criminalização dos movimentos sociais e das liberdades democráticas de expressão e manifestação do pensamento, sob o pretexto de enfrentamento ao crime organizado.

Pela Democracia, pelo Estado de Direito, pela Liberdade tão duramente conquistada pelo Povo Brasileiro.

São Paulo, Outubro de 2018

SASP – Sindicato dos Advogados de SP