Day: 16 de dezembro de 2019

Salpicão vegano é a sugestão para as festas de final do ano

Tradicionalmente encontrada nos cardápios das ceias de Natal e Ano Novo, a receita é uma das mais degustadas nessa época

As comemorações de final do ano se aproximam e com elas chegam as reuniões com familiares e amigos para as ceias de Natal e do Ano Novo. E hoje em dia é bastante comum que cada convidado leve um prato para auxiliar o anfitrião na montagem da ceia, para que todos possam experimentar diversos pratos durante as refeições.

Ingredientes

  • 1 xícara de chá de cenoura ralada
  • ½ xícara de chá de maçã verde picada
  • ½ xícara de chá de Milho Verde em Conserva
  • ½ xícara de chá de salsão bem picado
  • ½ xícara de chá de Azeitonas Picadas
  • 1 xícara de chá de cubinhos de batata cozida
  • ½ xícara de chá de Ervilha em Conserva
  • ½ xícara de chá de uva passa
  • 1 xícara de chá de carne de jaca desfiada
  • ½ xícara de chá de maionese vegana
  • 1 colher de sopa de Mostarda Premium
  • Suco de meio limão
  • 1/3 xícara de chá de salsinha e cebolinha picados
  • Sal e pimenta moída a gosto
  • Batata palha

Modo de preparo da Carne de Jaca

Ingredientes:

  • 1 jaca verde do tipo dura
  • Água e óleo

Modo de preparo:

Para fazer a carne de jaca inteira na pressão, utilize uma jaca verde dura e pequena. Coloque a fruta na panela de pressão e adicionei um fio de óleo (ajuda a não formar tanta cola), cubra com água e leve para cozinhar em fogo médio por cerca de 50 minutos depois que pegar pressão ou até ficar macia;

Quando der 35 minutos de cozimento, retire a pressão e abra a panela com cuidado. Vire a jaca, preencha com mais um pouco de água quente e volte ao fogo até ficar macia. O tempo vai depender do tamanho da jaca;

Quando estiver macia, escorra a água da panela, corte a fruta e desfia a jaca.

Modo de preparo da Maionese Vegana

Ingredientes:

  • 1 xícara de chá de leite de soja gelado
  • 1 dente de alho sem o miolo
  • 1 colher de sopa de vinagre branco
  • 1 batata inglesa cozida e amassada
  • Sal a gosto
  • Óleo vegetal

Modo de preparo:

No liquidificador, adicione a xícara de chá de leite de soja gelado, sem adoçante, o alho sem o milho, o vinagre branco, a batata cozida e amassada e tempere com o sal;

Bata em velocidade alta e vá acrescentando o óleo vegetal aos poucos. Durante esse processo, a maionese vai gerar bastante óleo, o que é normal. Coloque um fio fino no centro do liquidificador e bata constantemente, sem parar;

Conforme a mistura for encorpando, vá diminuindo a velocidade do liquidificador. O eletrodoméstico utilizado precisa ter mais que duas velocidades para a receita atingir a consistência certo, pois é preciso bater na velocidade mais alta e ir diminuindo até dar o ponto correto;

Quando as laminas começarem a patinar, vai ser a hora de desligar e está pronto.

Modo de Preparo

Lave e pique os ingredientes conforme a descrição. Cozinhe os cubos de batata em água quente até ficarem macios. Para preparar o salsão, retire a casca com uma faca e depois corte bem;

Em uma vasilha grande, coloque a cenoura ralada, a maçã verde picada, o Milho Verde em Conserva, o salsão, a Azeitona Picada , a batata cozida, a Ervilha em Conserva , a uva passa e acrescente a carne de jaca desfiada;

Adicione a maionese vegana, a Mostarda Premium , o suco de limão, a salsinha e cebolinha e tempere com sal e pimenta. Misture bem todos os ingredientes e leve à geladeira por pelo menos 2 horas antes e servir.

Coloque o Salpicão em uma travessa e decore com a batata palha.

Livro dos 110 anos da Academia Paulista de Letras traz a biografia dos imortais

Anna Maria Martins e Márcio Scavone a biografia dos imortais – foto: Marcelo Navarro

Os 40 membros da APL escreveram suas próprias histórias de vida

Realizado na noite desta quarta-feira, no auditório da instituição, o evento contou com a presença de intelectuais, como Maria Adelaide do Amaral, que recentemente foi eleita para ocupar umas das cadeiras da APL, de autoridades como o presidente da Imprensa Oficial do Estado, Norival Pântano Junior, de vários integrantes da casa como José de Souza Martins, Roberto Duailibi, Eros Grau, Raul Cutait, Júlio Medaglia, Anna Maria Martins, José Gregori, Dom Fernando Antonio Figueiredo, entre outros.

O Projeto – Feito sob o formato de 25X 29 cm, com 240 páginas, o 110 anos recebeu apoio da Lei Rouanet e patrocínio do Banco Safra. Em sua primeira tiragem – 1500 exemplares -, a obra foi elaborada pelo fotógrafo e acadêmico (cadeira de número 9) Marcio Scavone, e levou três anos para ser concluída. “Sinto-me envaidecido por estar à frente deste projeto, uma vez que procurei instigar cada acadêmico a trazer para o papel a sua impressão, escrevendo sua biografia e ofertando uma citação. Portanto, o livro é uma criação colaborativa. Cada intelectual deixou sua marca pessoal”, afirma Scavone.

Roberto Duailibi, Roberta Matarazzo e Eros Grau. Foto: Marcelo Navarro

Agora, o livro será distribuído nas principais bibliotecas nacionais e instituições de educação.

Documentário sobre o ‘Woodstock brasileiro’ estreia no Curta!

 – “O Barato de Iacanga” (Documentário)
O documentário musical mostra os bastidores do Festival de Águas Claras, o mais lendário festival alternativo dedicado à música brasileira. A narrativa é construída a partir de Leivinha, idealizador do evento. Na época com 20 anos, ele organizou as quatro edições do festival (1975, 1981, 1983 e 1984) transformando a fazenda de seus pais no principal destino hippie daquele período. Diretores: Thiago Mattar. Duração: 94min. Classificação: 10 anos. Horários alternativos: 17 de dezembro, terça-feira, às 02h10 e às 16h10; 18 de dezembro, quarta-feira, às 10h10; 21 de dezembro, sábado, às 13h10; 22 de dezembro, domingo, à 22h10.