Jânio Quadros

Hoje, 16 de fevereiro, marca os 30 anos da morte de Jânio Quadros. Um político repleto de polêmicas, marcado pela renúncia e pelas “vassouradas” na corrupção. O ex-presidente da República surpreendeu o Brasil ao renunciar tentando um autogolpe para voltar ao poder e acabou como o mais breve no cargo. O Povo, como sempre, esteve ausente de tudo. As Forças Ocultas lá estavam, assim como Jango, seu vice e o que veio depois todos nós sabemos. Jango deu a sua volta por cima Em 1962, JQ perdeu a eleição ao governo de São Paulo. Com o golpe militar de 1964, teve seus direitos políticos cassados.

Dez anos de pois, em 1982, disputou novamente o governo paulista e perdeu. Em 1985, Jânio disputou a Prefeitura de São Paulo pelo PTB e venceu o favorito Fernando Henrique Cardoso, então no PMDB e que já havia sentado na cadeira. Conhecido pelo preciosismo no uso da gramática portuguesa, por alguns excessos etílicos e seu ´números bilhetinhos.

O papo da corrupção é sempre o mesmo: O jingle da campanha municipal era: “Chegou a hora da honestidade/ Do trabalho, da saúde e educação/ O Jânio vai voltar com a vassoura/ Pra acabar com a corrupção”.

Em 16 de fevereiro de 1992 viria a falecer após três derrames cerebrais.

#JQ#JânioQuadros#Jânio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.