A música em nova revista

revistafasm

A cultura ganha mais uma revista de qualidade. É a Arte e Cultura editada pela FASM – Faculdade Santa Marcelina em São Paulo. A revista traz artigos como A Força da Palavra e da Voz em Berio (The power of the word and the voice in Berio) de Paulo Zuben, professor de harmonia, composição e análise da FASM. Zuben analisa aspectos das composições para voz na obra do italiano Luciano Berio, compositor que faleceu em Roma, em 2007, com 77 anos.

No texto Figuração trágica e dramática no melodrama de Monteverdi a Schoenberg (tragical figuration and dramatical melodrama from Monteverdi to Schoenberg) de Enrico Fubini, professor de História da Música na Universidade de Turim e professor visitante da Universidade de Middlebury (EUA) é ressaltada a religiosidade barroca da figuração dramática e não somente da palavra. O melodrama é apresentado não só como uma versão barroca mas como um espetáculo ideologicamente conforme a civilização cristã-ocidental.

Em Esther Scliar – um olhar perceptivo, de Aida Machado, pianista e mestre pela ECA/USP e também professora de percepção musical na FASM, a autora situa a obra da compositora, analista e professora Esther Scliar que já deu aulas para músicos como Egberto Gismonti e Edu Lobo, entre outros.

Em O Fre Jazz e a atonalidade (Free jazz and atonality), Mario Checchetto Neto, docente da Fasm, estabelece a relação de semelhança entre duas tradições: a americana e a européia.

Paulo de Tarso Salles, violinista, compositor e professor  trabalha um texto de referencia à 9 Sinfonia de Mahler no Op. 19 de Schoenberg.

Em A Expressão dos afetos na canção Renascentista de Carin Zwilling são analisados os afetos da canção renascentista de pensadores cujos textos trazem o fio condutor dos principais elementos utilizados pelos compositores na elaboração de canções.

Música Popular Erudita: relações entre a história da música popular no século XX e o perfil do estudante brasileiro, de música popular, no século XXI, de Sergio Augusto Molina, mestre em musicologia pela ECA/USP e professor da FASM são discutidos o processo de desenvolvimento da música popular urbana nas Américas e suas relações com de independência com o rádio e a industria do disco.

Nívea Abujamra Nasser, em Choros n.2 – popular e erudito, a mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC/SP estuda o cruzamento entre a cultura popular e erudita por intermédio de elementos do choro e da música erudita presente na obra de Villa-Lobos.

Que esta revista venha para o cenário nacional engrandecer e ilustrar com categoria um mercado quase desconhecido pelo público, a começar pelo universitário…
 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s