Brilho ou Clarão do (no) Crepúsculo?

sexta-feira, 11 de Dezembro de 2009

Brilho ou Clarão do (no) Crepúsculo?

Instado a falar sobre "um filme da minha vida" lembrei de um filme pouco falado que ao assistir numa madrugada "global" foi traduzido como "O Último Clarão do Crespúsculo" e assim sempre lembrei deste filme até que na década de 1990 gravei em VHS após mais uma exibição "global". Na verdade o título em inglês é Twilight’s Last Gleaming e é encontrado disponível com o título O Último Brilho do Crepúsculo. O filme é um suspense estrelado por Burt Lancaster e com direção de Robert Aldrich, sobre um general que toma um silo de mísseis de ogivas nucleares (Silo 3) e ameaça lançá-los se o presidente dos EUA não fizer uma revelação pública sobre os objetivos secretos da guerra.

O general Lawrence Dell, interpretado por Burt Lancaster é marcado por suas experiências como prisioneiro da Guerra do Vietnã conflito que ele sempre se mostrou crítico e contrário. Dell, que se envolveu num homicídio culposo, é vítima de uma "armação" do exército que fez com que ele pegasse 30 anos por homicídio doloso, o que na prática seria uma prisão perpétua, assim ficariam livres dele de um sujeito crítico em seu meio. Lawrence Dell foge junto com mais três companheiros. Eles acabam detendo os seguranças que iam para o "Silo 3", perto de Montana, onde estão nove mísseis cheios de ogivas nucleares. Usando a identidade deles, Dell e seus camaradas assumem o controle da sala de lançamento. Dell jura disparar os mísseis a menos que o presidente dos Estados Unidos David Stevens (Charles Durning) não cumprir algumas exigências, sendo que a mais difícil de ser atendida é que o presidente faça uma declaração em cadeia nacional, dizendo que os americanos foram enganados sobre a guerra do Vietnã e quais são os verdadeiras razões do conflito.

É um filme intrigante, tenso e emocionante que ousa em época distante (1977) questionar a política externa dos EUA e mostrar tanto a fragilidade dos seres humanos como as entranhas do Poder. Aldrich deve ter pagado caro com tanta pretensão de apenas alguns anos após a divulgação dos papéis do Pentágono exigir que um presidente dos EUA pedisse desculpas pela Guerra ou os verdadeiros motivos dela… Ainda maos sobr eo efeito de um ato de "terrorismo"! Todos os elementos e traumas de uma pós Guerra está ali em cada cena do filme.

Se Jerry Goldsmith tivesse caprichado mais na trilha sonora….

Apesar do título do filme ser retirado do Hino Nacional Americano, sempre acreditei que o título do filme tinha a ver somente com a possibilidade (ou não) de uma Terceira Guerra Mundial mas ao refletir mais detalhadamente sobre a história e lembrar do Hino americano posso ousar tecer outras relações mais políticas e contundentes. Mas deixo para o leitor concluí-las ao ler o trecho abaixo e assistir ao filme seja ele o brilho ou clarão ou do ou no crepúsculo…

Oh, say, can you see, by the dawn’s early light
What so proudly we hailed at the twilight’s lasted gleaming?
Whose broad stripes and bright stars, through the perilous fight,
O ‘er the ramparts we watched, were so gallantly streaming.
And the rockets` red glare, the bombs bursting in air,
Gave proof through the night that our flag was still there.
Oh, say, does that star-spangled banner yet wave
O’er the land of the free and the home of the brave?

Ó, dizei, podeis ver, na primeira luz do amanhecer
O que saudamos, tão orgulhosamente, no último brilho do crepúsculo?
Cujas amplas faixas e brilhantes estrelas, durante a luta perigosa,
Sobre os baluartes assistimos, ondulando tão imponentemente?
E o clarão vermelho dos foguetes, as bombas estourando no ar,
Deu-nos prova, durante a noite, de que nossa bandeira ainda estava lá.
Ó, dizei, a bandeira estrelada ainda tremula
Sobre a terra dos livres e o lar dos valentes?

Ficha Técnica:
Burt Lancaster (General Lawrence Dell)

Roscoe Lee Browne (James Forrest)
Joseph Cotten (Arthur Renfrew)
Melvyn Douglas (Zachariah Guthrie)
Charles Durning (Presidente David Stevens)
Richard Jaeckel (Towne)
William Marshall (William Klinger)
Lionel Murton (O’Rourke)
Richard Widmark (General Martin MacKenzie)
Paul Winfield (Willis Powell)
Burt Young (Augie Garvas)
Charles Aidman (Bernstein)
Leif Erickson (Ralph Whittaker)
Charles McGraw (General Crane)

Roteiro:
Ronald M. Cohen E Edward Huebsch, Baseado Em Livro De Walter Wager
Estúdio:
Lorimar Productions / Geria Productions / Bavaria Atelier

Distribuição:
Allied Artists Pictures Corporation

Desenho de produção:
Rolf Zehetbauer

Fotografia:
Robert B. Hauser

Produção:
Merv Adelson

Edição:
Michael Luciano, Maury Winetrobe E William Martin

Direção de arte:
Werner Achmann

Figurino:
Thomas S. Dawson

Música:
Jerry Goldsmith

Anúncios

3 comentários

  1. BOM DIA!Escuta que mensagem te trago hoje:DEUS, cuida dessa página de internetdedicadamente elaborada por uma pessoa linda!Cuida desse amigo, Senhor, que tem colocado aquiexpressões da TUA VIDA! Amém!PARABÉNS PELO BLOG FEITO COM AMOR!Trago também o convite do novo trabalho que inicia amanhã,o qual é preciso para a continuidade do projeto com os livros!http://img705.imageshack.us/img705/1702/conviteh.jpgCaso esteja essa semana no computador, peço, se possível,que me ajude a divulgá-lo.DEUS ABENÇOE!Muito obrigada.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s