Momo e o Senhor do Tempo

momo01

Por Gilberto da Silva

O que fazer com o meu tempo livre? Estamos sempre amarrados na desculpa do circulo temporal onde ninguém quer compreender o vazio do outro, o tempo do outro, não fazer nada sempre fazendo alguma coisa. Então, nessa arte de saber o que fazer com o tempo e aproveitando o feriado, depois de muito tempo, literalmente, muito tempo, li Manu – A Menina que sabia ouvir, de Michael Ende (Editora Salamandra, 6ª edição, 1984); existe uma edição pela Martins Fontes que não sei o ano como o nome Momo e o senhor do tempo, o título original é Momo (1973, Alemanha Ocidental). Michael Ende nasceu em 1929, em Garmisch-Partenkirchen, Alemanha. Estudou na Waldorf-School e desertou quando foi chamado para cumprir serviço militar em 1945, tinha então 16 anos. Terminado a guerra, Ende tornou-se ator, crítico e finalmente escritor. Apesar do prestígio alcançado na Literatura e dos muitos prêmios que o distinguiram, o autor sempre se revelou modesto, quase tímido, preferindo o seu mundo de fantasia, mas sem perder de vista a realidade e as suas histórias. A História Sem Fim é o mais conhecido livro de Michael Ende, mas Momo, publicado seis anos antes, é o romance de fantasia para todas as idades que lhe garantiu grande aclamação do público.

Em setembro deste ano (2013) Momo completou seu 40 º aniversário: a primeira edição foi publicada há em 1 Setembro de 1973. Mas sua magia não diminuiu e nem envelheceu.

O filme Momo e o Senhor do Tempo de 1986 e dirigido por Johannes Schaarf, baseado na obra de Ende, eu já tinha assistido em VHS, presente da Jaqueline Novaes em tempos idos. Faltava ler o livro, exemplar que encontrei em um sebo em 2010. Mas não encontrei tempo para ler….

Em dedicação à Jaqueline e ao Omar Freddi, que sempre citaram a obra em nossas conversas, passei a leitura sobre a vida de uma garota que vive nas ruínas de um anfiteatro, nas proximidades de uma cidade italiana. Momo (Manu na tradução brasileira) é uma pequena garota de origem desconhecida, querida entre seus vizinhos, por sua extraordinária habilidade em ouvir seus problemas e criar brincadeiras divertidas. Esta rotina bucólica e inocente é desfeita, pela chegada dos Homens Cinzentos, que vem roubar o tempo das pessoas, e que passaram a convencer as pessoas a economizar tempo e com isso a vida foi se tornando fria e vazia e contra os quais, Manu irá lutar com a missão de trazer de volta o tempo perdido.

MANU_A_MENINA_QUE_SABIA_OUVIR_1258209575PO que Manu tem de melhor é o dom de saber ouvir, coisa que nem todos podem realizar, Manu não dava bons conselhos, ela ouvia sempre encontrasse as palavras certas para dizer. Não é que ela divertisse o pessoal, cantando, dançando, ou tocando algum instrumento. Não é que ela tivesse poderes mágicos, ou lesse a mão, ou enxergasse o futuro. Ela não dizia, nem perguntava nada que pudesse pôr tais ideias na cabeça das pessoas: ela ficava simplesmente ali sentada, ouvindo com atenção e simpatia. “Ela ouvia de um jeito que fazia as pessoas preocupadas, ou hesitantes, de repente saberem exatamente aquilo que queriam; os tímidos, de repente sentiam-se à vontade e confiantes, os desgraçados e oprimidos de repente sentiam-se felizes e cheios de esperança” (p.11) Dessa forma, ao fitar a pessoa com seus grandes olhos negros, dava-lhe a impressão de que as ideias que surgiam haviam nascido espontaneamente.

A obra é um clássico para todas as idades. É infantil, para crianças, mas bate de frente com a criança que existe em nós adormecida, envelhecida pelo tempo… afinal, “as crianças são nossas inimigas naturais…. Se não fossem elas, há muito tempo que toda a humanidade estaria em nosso poder” declarou o juiz dos homens cinzas.

O dom de ouvir que Momo/Manu possui é diferente do simples ouvir nosso de cada dia é uma capacidade única de ouvir e que devemos tentar fazê-lo. Não é tão simples assim…

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s