Curso: Resíduos Sólidos: da coleta à destinação final

Curso validado nº 026/2017 para promoção e progressão funcional.

A importância dos Resíduos Sólidos é antiga e foi formalizada somente em 2010, com a Política Nacional dos Resíduos Sólidos (BRASIL, 2010). De acordo com a Política Nacional de Educação Ambiental (1999), é de responsabilidade de todos os cidadãos qualquer mudança necessária para a preservação Ambiental e a questão dos resíduos está inserida neste contexto.
Porém, como mudar este cenário?
Para começar, é importante termos ideia da situação pela qual passa o Brasil, em termos de resíduos. Em dez anos, ocorreu aumento de cerca de 30% da produção de resíduos e praticamente metade destes foi para lixões e/ou aterros (ABRELPE, 2014), o que implica em riscos à Saúde e ao Meio Ambiente.
Além disto, cada brasileiro produz, em média, 1 quilo de resíduo por dia (AGÊNCIA BRASIL, 2015).
Somente após os cidadãos terem contato com estes dados, será possível a mudança de comportamento, atendendo um dos objetivos da política Nacional de Resíduos Sólidos, que é “a não geração, redução, reutilização, reciclagem e tratamento dos resíduos sólidos, bem como disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos”, que é um dos objetivos, também, do Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos do Município de São Paulo (SÃO PAULO, 2014).
Desta forma, torna-se imprescindível que a UMAZPAZ, que é o Departamento de Educação Ambiental da SVMA, ofereça aos munícipes condições para que esta mudança comportamental ocorra, de modo a minimizar os efeitos insalubres da disposição inadequada de resíduos sólidos, como, por exemplo, as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, as inundações e as perdas de vida e de matérias, causados por esta situação.

Objetivo Geral
Oferecer condições aos participantes para que sejam capazes de minimizarem a produção de resíduos sólidos

Objetivos Específicos

Oferecer condições aos participantes para que sejam capazes de:
– compreender o problema ambiental causado pela disposição inadequada dos resíduos sólidos.
– conhecer as etapas da coleta seletiva e da disposição final dos resíduos sólidos.
– aplicar, no seu dia a dia, postura de diminuição de consumo e disposição adequada de resíduos sólidos.
– transformar-se em multiplicadores do conhecimento obtido no curso.

OBS.: O CERTIFICADO DO CURSO SERÁ FORNECIDO AOS PARTICIPANTES QUE OBTIVEREM:
• No mínimo 75% de presença no curso;
• No mínimo nota 7,0 (sete) no trabalho em grupo que será apresentado uma banca avaliadora formada por dois professores do curso.

Conteúdo:
1º dia – 1 de agosto
1. Orientações gerais sobre o curso.
Orientações para elaboração do trabalho em grupo, que será apresentado no final do curso.
2. Definição e tipos de Resíduos Sólidos

2º dia – 8 de agosto
1. Situação dos resíduos sólidos no mundo e no Brasil
2. Situação dos resíduos sólidos no município de São Paulo

3º dia – 15 de agosto
Tratamento e disposição final dos Resíduos Sólidos

4º dia – 22 de agosto
1. Legislação sobre resíduos sólidos no Brasil e no município de São Paulo
2. Programa de Educação Ambiental e Comunicação Social em resíduos sólidos (PEACS)

5º dia – 29 de agosto
Elaboração e implantação do Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos

6º dia – 5 de setembro
Impactos ambientais causados pela disposição inadequada dos resíduos sólidos

7º dia – 12 de setembro
Educação Ambiental no Brasil e no Mundo: histórico e legislação (Políticas Nacional, Estadual e Municipal)

8º dia – 19 de setembro
1. Visita a uma cooperativa de resíduos sólidos (metade da turma)
2. Compostagem (metade da turma)
Obs.: Enquanto metade da turma visita a Cooperativa, das 14h às 17h, a outra metade terá aula de compostagem,, das 14h às 17h.

9º dia – 26 de setembro
1. Visita a uma cooperativa de resíduos sólidos (metade da turma)
2. Compostagem (metade da turma)
Obs.: Inversão das turmas: Enquanto metade da turma (que teve aula de compostagem na aula anterior) visita a Cooperativa, das 14h às 17h, a outra metade (que foi à Cooperativa na aula anterior) terá aula de compostagem, das 14h às 17h.

10° dia – 3 de outubro
Mudança de comportamento e vida sustentável.

11º dia – 10 de outubro
Apresentação dos trabalhos (com banca avaliadora)

12º dia – 17 de outubro
Apresentação dos trabalhos (com banca avaliadora)

13º dia – 24 de outubro
Finalização do curso

Referências bibliográficas

AGÊNCIA BRASIL. Produção de lixo no país cresce 29% em 11 anos, mostra pesquisa. 27 jul 2015.
Disponível em: http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2015-07/producao-de-lixo-no-pais-cresce-29-em-11-anos-mostra-pesquisa-da-abrelpe
Acesso em: 24 ago 2015.
BRASIL. Presidência da República Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Política nacional de resíduos sólidos. Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010.
SÃO PAULO (Cidade). Secretaria de Serviços. Plano de gestão integrada de resíduos sólidos da cidade de São Paulo. 2014.
Disponível em:
http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/servicos/arquivos/PGIRS-2014.pdf
Acesso em: 17 ago 2015.

Vagas: 80 (40 para funcionários da Prefeitura de São Paulo e 40 para o público em geral)
Seleção: por ordem de inscrição e análise da ficha de inscrição.

Facilitação:

Adão Luiz Castanheiro Martins – Engenheiro Agrônomo – Escola Municipal de Jardinagem (UMAPAZ 1) – DEA/UMAPAZ/SVMA.
Edison Terra Tomazi – Psicólogo com pós-graduação em Políticas Públicas pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, Gerente de Planejamento da AMLURB – Autoridade Municipal de Limpeza Urbana.
Jetro Menezes Cychinigff – Gestor Ambiental, Palestrante em diversas instituições, Diretor de Divisão Técnica da Divisão Técnica do Núcleo de Gestão Descentralizada – Centro-Oeste 1, da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente.
Marcelo Suster – Consultor da ECOUNIVERSO, Eng. de Materiais/UFSCar, com MBAs em Gestão Empresarial/FGV e Marketing/ESPM e Mestre em Tecnologia Ambiental/IPT.
Marcos Roberto Domingues de Oliveira – Gestor Ambiental, Palestrante Programa Ambientes Verdes e Saudáveis (PAVS).
Mirna B. Salazar Camacho – Psicóloga, Assistente Técnico II da Divisão Técnica de Formação (UMAPAZ 3) – DEA/UMAPAZ/SVMA.
Ronaldo Malheiros Figueira – Geólogo – Coordenadoria Municipal de Defesa Civil.
Sergio Henrique Forini – Engenheiro Mecânico – Mestrado na área de Gerenciamento de Resíduos Sólidos – Departamento de Gestão Descentralizada (DGD)– SVMA.
Solange Papini – Bióloga – Supervisões de Vigilância em Saúde (SUVIS) Jabaquara-Vila Mariana.

Coordenação: Mirna Salazar Camacho e Ruth Weg
Público: pessoas que tenham interesse pelo tema

Dias:
1, 8, 15, 22 e 29 de agosto; 5, 12, 19, e 26 de setembro; 3, 10, 17, e 24 de outubro de 2017, terças-feiras.
Horário:
das 14h às 17h.
Local: Sede da UMAPAZ – Parque Ibirapuera. Av. Quarto Centenário, 1268.

Pedestres: Portão 7A.
Estacionamento: Portão 7 da Av. República do Líbano (Zona Azul).

 

Inscrições: aqui

Qualquer alteração na atividade será informada via e-mail aos inscritos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s