Clarice

clarice

Clarice, 95.

Umas das escritoras mais importantes da literatura modernista.

Lispector,

Natural da Ucrânia, no leste europeu.

Veio para o Brasil ainda bebê, com a família judaica que fugia da guerra civil russa. Na infância, Clarice morou em Maceió e Recife. Ela era naturalizada brasileira e se considerava pernambucana.

 

A morte da mãe marcou vida e obra da escritora.

“Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida”.

Ela fez faculdade de direito no Rio.

Seduzida pela literatura.

 

Casou-se com diplomata e foi morar no exterior. Chegou a ser voluntária da Força Expedicionária Brasileira, na Itália. Também morou na Inglaterra, Estados Unidos e Suíça, sempre acompanhando seu marido.

 

Clarice voltou a morar no Rio depois que se separou do marido. Na capital carioca, lançou os livros Laços de Família e Hora da Estrela. Este último teve adaptação para cinema e conquistou vários prêmios nacionais e internacionais.

“Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro”.

A escritora morreu de câncer em 1977.

Seu corpo foi sepultado no cemitério Israelita do Caju.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.